Fã do SBT desde a infância, Vitor Britto revela estar honrado de fazer parte da emissora Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com

Fã do SBT desde a infância, Vitor Britto revela estar honrado de fazer parte da emissora

Atualmente com 22 anos, mas com quase 10 de carreira de ator, Vitor Britto vem ganhando espaço, pela primeira vez na TV, dando vida ao Jeferson Soares em As Aventuras de Poliana.

O jovem talentoso iniciou a carreira aos 13 anos, tendo sua formação pelo Teatro O Tablado. Em 2015, ingressou no curso de Artes Cênicas (Bacharel) na UNIRIO, e no ano seguinte integrou a turma da 4ª oficina de atores da Fundação CesgranRio, onde pôde realizar diversos trabalhos no núcleo audiovisual.

Foram inúmeras peças teatros, e alguns curta-metragens, porém na TV a grande chance veio com o SBT, que lhe deu a coportunidade de estar na casa da família brasileira diariamente com o folhetim juvenil, que aliás, vem mantendo altos picos de audiência.

Em julho do ano passado, Vitor estrelou a 4° temporada da peça “Suspiro Colegial”, no Teatro Cesgranrio.  A obra retratava o universo adolescente e temas como homossexualidade, bullying, feminismo, amizade, política e drogas, embaladados por números musicais.

Mas voltando agora a falar da novela que tem feito jovens e adultos a se reunirem na frente da TV, o nosso entrevistado vive um adolescente extrovertido que trabalha como atendente em uma padaria para conseguir ajudar em casa. Ele tem um certo problema em ter que estudar na escola Ruth Goulart, pois acredita que lá só tem meninos ricos e mimados. Seu grande amor está em ficar com os amigos, e tocar samba com seu grupo nas horas vagas.

As aventuras de Poliana é uma adaptação do livro de literatura estrangeira “Pollyana”, da autora Eleanor H. Porter, que ganha uma versão moderna para TV pelas mãos de Íris Abravannel.

Conversamos um pouco com Vitor Britto, onde nos contou algumas curiosidades. Confira na íntegra:

 

Latinos Brasil – Seu personagem é um dos destaques no núcleo adolescente da trama. Como foi que o personagem chegou até você?

Vitor Britto: Já havia mandado meu material para o departamento de elenco do SBT e quando começaram os testes me chamaram. Foram três até a resposta final. 

LB- Como está sendo fazer parte de uma produção tão grande quanto esta, que quebrou recorde de audiência da emissora?  

VB: Uma alegria imensa! E responsabilidade também. Acredito que toda criança em algum momento da vida acompanha o SBT e comigo não foi diferente. Eu assistia muito e quando veio a oportunidade agarrei com tudo. Se alguém me dissesse há um ano que eu teria a rotina que tenho hoje não iria acreditar.

LB – Participação de negros na teledramaturgia cresceu, mas ainda está longe de mostrar a realidade do nosso Brasil. Você sendo negro, acredita que ainda há falta de oportunidade? Qual sua posição diante deste tema?

VB: Sempre dá para melhorar, mas as oportunidades aumentaram bastante e me deixa feliz poder reconhecer isto. O público escolhe o que quer ver e cada vez mais quer se ver representado na história. A identificação se dá através da comunicação, é isso que queremos quando contamos uma história, comunicar. Então acredito que cada vez mais teremos todas as camadas da sociedade representadas na frente e atrás das câmeras, pois a diversidade precisa estar em todos os lugares. 

LB- Entre os amigos do Jeferson, ele é único que até então não está apaixonado por alguém. Pode nos adiantar se chegará alguma menina no qual fará seu personagem ficar caidinho?

Vitor Britto: Sim, terá. E é tudo que posso falar (risos).

LB- Seu personagem faz parte de um grupo de samba. Assim como ele, você também é fã do gênero musical? Quais são suas referências?

VB: Sou muito eclético! Sempre ouvi de tudo, mas comecei a ouvir mais samba na preparação da novela. Fui às rodas de samba e assisti muitos DVDs de shows também. Fundo de Quintal e Alexandre Pires.

LB – E quais são os truques para dar vida a um personagem que é mais novo que você?

VB: A luz de um set é tudo (risos). Na verdade não tem truque, na hora de gravar me concentro ao máximo na cena e no que ela pede. Acho que quando tem verdade tudo é crível. Chaves está aí há anos para provar isso (risos).

LB – Para encerrar, uma pergunta que gostamos de fazer aos nossos entrevistados é a seguinte: Qual pergunta que você já está cansado de responder, e qual nunca te fizeram, mas você gostaria de falar sobre?

Vitor BrittoNenhuma. Gostaria de falar sobre um dos meus primeiros professores de teatro, Cico Caseira. Foi um artista incrível e infelizmente não está mais aqui.

PING PONG LATINOS BRASIL

Um ator que gostaria de contracenar: Lima Duarte

Uma atriz: Lilia Cabral

Um filme: Pantera Negra

Uma série: The Get Down

Novela ou desenho da sua infância: Alegrifes e Rabujos

As aventuras de Poliana em uma palavra: Oportunidade

Pra você o qual é o melhor lado bom da vida?

Vai ter sempre um dia após o outro.

As aventuras de Poliana é exibida de segunda a sexta no SBT as 20h50, e aos sábados, as 20h30, você pode conferir o resumo da semana.

Leia também: Do ceará para todo Brasil, Igor Jansen é uma das grandes revelações do SBT

Leia + : Feliz com o novo projeto no SBT, Lisandra Cortez fala sobre sua personagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *