Reina, de Miss Caffeina, ganha versão nova em parceria com Rozalén Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com

Miss Caffeina lança nova versão do single Reina em parceria com Rozalén

Miss Caffeina apresentou no último dia 25 uma nova versão de “Reina“, em parceria com a cantora Rozalén. Uma das canções mais importantes da banda, ganha agora uma versão com a voz doce da espanhola.

“Não tínhamos pensando em lançar mais singles do disco “Oh Long Jonhson“, e de fato, ‘Reina‘ já tinha vida própria sem ser um single oficial”, conta Miss Caffeina que continua “mas nos encontramos com Rozalén em um programa de televisão e acabamos cantando juntos ‘Reina’. Foi algo tão bonito e tão especial que tinha que ser gravado para ser visto depois. Estamos muito agradecidos com ela por ser tão generosa, por nos emprestar seu talento, por se preocupar com as lutas aleias e com as suas próprias”.

Nas palavras de Miss Caffeina, “Reina” é uma canção de reconciliação, de aprender a perdoar para poder seguir adiante. “A música fala de abusos, da intolerância, do medo ao que é diferente. De aprender a viver com ele e o converter em algo bom que te ajude a ser mais feliz”, finaliza.

E com um clipe simples, mas perfeito para completar a letra da música, o feat entre os dois é perfeito e merece ser ouvido e assistido com atenção, mas também com o coração.

“Quando compus a canção, eu tinha muita vergonha de lançar ela, porque é a canção mais explícita e honesta que escrevi na vida e nem sempre é fácil se destapar tanto, mas é uma das canções que mais alegrias me deu, porque a mensagem chegou tal e como queríamos”, finalizou Alberto Jiménez (Miss Caffeina).

Confira ‘Reina“:

LETRA

¿Ves? Todo empieza por un motivo
Hay guerras que se libran solo
Y en esta me toca volver
Allí donde solía tener un padre
Donde jugaba a ser cantante
En una habitación con vistas a un gran centro comercial
Voy a liberarme
Voy a dejar de odiarte
Voy a pensar que la culpa no fue tuya y perdonarte

¿Ves? Nunca nada es casualidad
Todos tienen una misión
Pero no lo supe encajar
Corrí contra todas las voces roncas
Contra todos los buenos hijos
Y los hijos que vendrán
Voy a liberarme
Voy a dejar de odiarte
Voy a pensar que la culpa no fue tuya y perdonarte

Voy a prender fuego
A todos los recuerdos
Voy a matar los demonios que se enredan en mi pelo

Volveré con más cordura
Más sereno y con arrugas
Pasearé por el colegio
Esta vez sin tener miedo
Volveré para enseñarte
Que al final hice algo bueno
Con todas tus frases hechas
Con todos tus golpes secos
Voy a liberarme
Voy a dejar de odiarte
Voy a pensar que la culpa no fue tuya y perdonarte

Voy a prender fuego
A todos los recuerdos
Voy a matar los demonios que se enredan en mi pelo
En mi pelo
En mi pelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *