Prontas para novo álbum, VENVS fala sobre expectativas para o futuro Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com

Prontas para novo álbum, VENVS fala sobre expectativas para o futuro

Na Latinos Brasil, VENVS discute seu novo projeto, a pandemia e ser LGBT na cena brasileira. O duo lançará o álbum Sinergia ainda neste ano

Desde o início do isolamento social devido à pandemia de COVID-19, o duo VENVS têm enchido nossa quarentena de sensibilidade com os clipes do seu próximo lançamento, o álbum Sinergia.

O casal Evie Dee e Elektra, que compõe a dupla, concedeu uma entrevista ao portal Latinos Brasil. E falaram sobre a música, sobre o projeto, sobre a conjuntura atual e sobre seus planos para o futuro.

Conheça mais o duo VENVS!

Latinos: Por que vocês optaram pela grafia de VENVS com a V no lugar no U?

Elektra: Vênus significa muito nós. Infelizmente, esse é um nome muito usado por músicos do mundo inteiro. Por isso, tomamos a solução usada por artistas internacionais que é usar essa grafia romana, porque assim a gente conseguiria usar a palavra Vênus usada de um jeito diferente, sem a gente perder esse nome que a gente gosta muito. Vênus nos representa muito. É a deusa do amor, é o planeta mais brilhante do céu. Logo, é tudo isso que a gente quer passar!

Evie Dee: Também tem uma coisa do feminino, Vênus é a deusa da feminilidade. Somos uma dupla de mulheres cantando, o nome significa muito para nós e não poderíamos perder o nome.

Latinos: Ao acompanhar a linha do tempo dos clipes a gente percebe que tem uma progressão das personagens e da linha do tempo delas. Quanto dessa jornada fala sobre amor-próprio, que é um dos temas do álbum, e quanto dele fala sobre o relacionamento de vocês?

Evie Dee: Eu acho que fala de ambos igualmente, metade, metade. Não só os clipes, mas todas as músicas do álbum podem ser interpretadas como você mesmo, o outro eu, ou em um relacionamento com outra pessoa. Então assim, depende muito de quem está ouvindo, mas todas as músicas foram escritas com base nas nossas vivências pessoais, separadamente ou como um casal. Então, na verdade, nem existe personagem, é tipo a gente mesmo. Cem por cento o mais cru possível, mais vulnerável possível. Realmente falando das nossas dores e das nossas dificuldades e chegando lá no fim, feliz, mais amorzinho e mais apaixonada pela vida.

Latinos: Ah, entendi. E vocês duas participaram das composições?

Elektra: Sim. A maioria das letras do são da Evie. E tem letras minhas também e as melodias a gente colocou tudo junto. Então, tudo que tem lá é de nós duas

Latinos: E vocês sentem que no meio indie e alternativo, que vocês fazem parte, as pessoas são tão tolerantes com músicos LGBT como no pop mais genérico?

Elektra: O pop abraça bastante, qualquer um

Eevie Dee: Quando a gente fala de pop, a gente tá falando de música popular, de qualquer estilo. Então, eu acho que assim, cada dia mais a gente está tendo mais a recepção, tá tendo mais aceitação das pessoas. Entretanto, como em todos os gêneros musicais, todas as coisas desse mundo, existe sim uma porcentagem de pessoas que não aceitam, que são mais intolerantes. Então, eu acho que é igual

Elektra: E, se você for parar pra pensar nos maiores músicos do Brasil, de pop, ele se encaixam de alguma forma na nas nossa sigla LGBTQIA+.

Latinos: Muitos críticos musicais apontam que a verdadeira música popular brasileira, no momento, está sendo feita pelo LGBT. O que antigamente era feito pelo Caetano Veloso, pelo Chico Buarque, hoje em dia é feito, pelo Jaloo, pela Liniker, né? Assim, acham que tem alguma relação entre as sexualidades marginais no Brasil e a música?

Evie Dee: Quando você é uma pessoa criativa, você já é mais vulnerável, mais livre e mais sensível. Até mesmo pelo nosso caminho ser mais árduo. Independente de qual parte da sigla, todos nós temos que lutar mais. Então, acaba tendo mais sentimento e mais coisa pra falar também. Portanto existe mais emoção na nossa música.

Latinos: Todos os clipes foram lançados durante a quarentena. Como foi esse processo?

Elektra: Nós lançamos quatro clipes. Um deles foi feito no quintal de casa, dois em uma cachoeira e o outro numa estrada aqui do lado.

Latinos: Então vocês moram juntas?

Elektra: A gente mora em São Paulo, mas atualmente a gente tá passando essa fase de pandemia na casa dos meus pais, que fica no interior de São Paulo, em Lorena. Então, a gente aproveitou que aqui as coisas são mais tranquilas, de alguma forma, pra poder fazer esses videos. Em todos os lugares que a gente gravou não tinha ninguém. Fizemos nós mesmas, eu, a Evie e o meu irmão. E deu tudo certo, ficou tudo lindo, graças a Deus.

Latinos: Dá para perceber que tem muita intimidade e sensibilidade nos vídeos de vocês. Qual foi o peso da mão de vocês duas nas últimas produções da VENVS?

Elektra: Toda! A gente escreveu, roteirizou, gravou, dirigiu, editou. Logo, foi tudo nosso.

Latinos: Você comentou que estão morando com os pais. Como eles lidam com o casal junto e essa carreira ascendente?

Elektra: Eles são nossos maiores fãs, eles são uns anjos na nossa vida. Super apoiam a VENVS. Tudo que a gente usou de material nos vídeos, o relógio, a mala, a caixa, as roupas, as fitas, pegamos tudo do armazém do meu pai. Tem umas coisas bem legais lá, hahaha.

Evie Dee: O carro em que gravamos foi emprestado de um amigo da família. Por isso acreditamos que tudo aconteceu na hora certa.

Elektra: Sim, a gente tinha que estar aqui pra tudo isso acontecer. E pra mim tá sendo incrível passar esse tempo com eles. Já fazia muitos anos que eu não conseguia fazer isso por causa da rotina louca, né?

Latinos: Como está o processo criativo da VENVS na pandemia? Estão escrevendo, compondo?

Evie Dee: Tá em ascensão também. Na rotina, você tá fazendo um monte de coisa, pensando em um monte de coisa, ansioso, tudo mais… Portanto, quando você se vê obrigado a não fazer nada, olhamos pra dentro e é aí que as coisas começam a sair, né? Os sentimentos começam a aflorar e as coisas começam a ir pro papel e depois se tornar música. Então, nesse sentido, a criatividade tá rolando solta aí.

Latinos: Então, isso quer dizer que depois do Sinergia, vem mais coisa por aí?

Evie Dee: Com certeza.

Elektra: Com certeza.

 

O casal também cria playlists temáticas e compartilha suas inspirações com os fãs. Confira o tema de Sinergia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *