'Pato' em 'La casa de las flores' rompe corações dos fãs da série Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com

‘Pato’ em ‘La casa de las flores’ rompe corações dos fãs da série

FONTE: Milenio

CUIDADO, CONTEÚDO COM SPOILERS

 

A história do personagem interpretado por Christian Chávez acontece em 1979 e faz parte do núcleo de amigos de Virginia de la Mora.

Pato é sem dúvida um dos personagens que mais brilhou na terceira temporada de La casa de las flores, série mexicana original Netflix, que estreou sua terceira e última temporada nesta quinta-feira (23). Para quem já terminou de assistir os novos capítulos, vamos falar um pouco do que acontece neste último ano da trama.

O uso de flashbacks é recorrente para mostrar o que aconteceu na juventude de Virigina de la Mora e seu círculo mais próximo de amigos. Sem dúvida, mais de um ficou surpreso ao ver o quão liberal o personagem era.

Em 1979, Virginia de la Mora era  alegre e que não se importava com as aparências ; ela sonhava em formalizar um relacionamento com Salo, apesar do fato de suas famílias se oporem a isso, já que ela não fazia parte da comunidade judaica.  Além disso, Viriginia, que vimos na primeira temporada horrorizada por ter um filho bissexual , tinha em 1979 um amigo homossexual: Pato, a quem ele acompanhou até uma marcha pelos direitos da comunidade LGBT.

Na lista de novos personagens que vimos na terceira temporada de La Casa de Las Flores, também destaca Agostinho Corcuera, o pai dos Chiquis, que manteve uma relação secreta com Pato.  Naquela época, Virginia de la Mora descobre que está grávida e, apesar de ser uma jovem liberal, vivia sob o jugo conservador de sua mãe, Victoria, que a força a se casar, para evitar o “escândalo” que se tornaria. em uma mãe solteira.  Depois de ser rejeitada por Salo, ela não tem escolha a não ser aceitar a impostura de sua mãe, casar-se com Agustín Corcuera. No entanto, Virginia descobre o romance secreto que ele mantém com Pato.

Apesar de Agustín e Pato estarem em um relacionamento, quando Agustín tem a oportunidade de se casar com a Virgínia, ele decide esconder sua orientação sexual e começa a rejeitar e insultar Patricio.  Durante a festa de Ano Novo de 1980, Pato está muito doente com a ideia de que o casamento de Agostinho e Virgínia se concretize. Assim, o personagem começa a beber demais e discute com Virginia, que, ofendida, decide não revelar à amiga que ele é o pai de sua filha (Paulina).

Por fim, Pato confronta Agustín e, diante de um grupo de amigos, ele fala sobre o relacionamento que tiveram, algo que provoca a reação homofóbica de Agustín , que começa a atingi-lo.  Deitado no chão, enquanto recebe golpes de Agustín e seus amigos, Pato o olha na cara e diz “eu te amo”, mas Agustín cospe na cara dele e continua a espancá-lo até a morte.

Confira a repercussão nas redes sociais:

 

 

 

 

Leia aqui a crítica das temporadas anteriores:

TEMPORADA 1

TEMPORADA 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *