Latinos Brasil entrevista Bryan Behr | Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com

Latinos Brasil entrevista Bryan Behr

O cantor fala sobre novo álbum “Simples”, inspirações e projetos futuros

No início deste mês (1 de julho), Bryan Behr lançou o novo álbum “Simples”, projeto que reúne releituras de algumas composições do seu primeiro disco, “A Vida é Boa”, no formato voz e violão. Ao todo, 8 canções ganharam essa versão especial, incluindo “Da Cor Do Girassol” e “A Vida É Boa Com Você”, ambas com mais de 1 milhão de plays. Cada música do projeto também foi contemplada com um vídeo intimista no Youtube. (Imagem: Divulgação)

Os vídeos foram gravados em lugares que fazem parte da vida e da carreira de Bryan Behr. Como catarinense, a maioria dos locais escolhidos foi em Santa Catarina: Timbó, Brusque, Imbituba, Doutor Pedrinho, Florianópolis. A única exceção foi São Paulo. A produção simples, assim como o nome do projeto, é carregada de qualidade sonora.

Assista ao vídeo de “Da Cor Do Girassol”, gravado no alto do morro Azul, em Timbó (SC):

Desde a assinatura com a Universal Music e da participação no programa SóTocaTop, da TV Globo, em 2019, o reconhecimento do cantor vem se consolidando com apenas dois anos de carreira. Com quase 50 mil seguidores no Instagram, Bryan escreve sobre histórias reais. As composições têm referências de diferentes gêneros musicais como MPB, folk, pop e rock.

O Latinos Brasil conversou com o cantor e compositor, que falou um pouco sobre o novo trabalho, inspirações e projetos ainda para 2020.

Confira a entrevista na íntegra:

LB: O romantismo está muito presente nas suas letras. Quais são as suas inspirações?

Bryan Behr: Eu acho que me inspiro muito em pessoas e em histórias de verdade para compor minhas músicas. Eu gosto muito de, além de combinar letras legais e melodias bonitas, que a música carregue alguma história de fato, alguma história de verdade e de algo que realmente aconteceu. Para mim, tem um significado até mais especial.

LB: Você já tinha lançado dois EPs, como foi produzir o primeiro álbum?

Bryan Behr: Produzir o álbum “A Vida É Boa” foi muito louco para mim. Foi a primeira vez que entrei no estúdio e ouvi junto dos dois produtores que produziram o disco junto comigo, que são o Juliano Cortuah e o Fernando Lobo. Eu ouvi junto deles as 150 músicas que eu já tinha escrito. Então a gente passou três dias ouvindo as músicas para escolher as 11 que entrariam no álbum. E esse processo foi muito importante para mim e marcou a minha vida de um jeito muito bonito. O processo inteiro do disco, desde a escolha das músicas até a escolha dos músicos que gravariam os instrumentos dentro do álbum, até a ordem que as músicas seriam apresentadas nesse formato de disco. Para mim, o processo inteiro foi fantástico e muito especial.

LB: O que você achou do resultado final do seu álbum “A Vida é Boa” e qual é a sua música favorita dele?

Bryan Behr: O “A Vida é Boa” foi um marco na minha vida. Eu gosto de dizer que existe um Bryan Behr antes e depois desse álbum. Muitas coisas especiais aconteceram durante a produção desse disco. Eu fiz minha primeira aparição na TV aberta que foi tocando “Da cor do girassol” no SóTocaTop, da TV Globo, e também assinei com a Universal Music. Então, eu pude celebrar todos esses acontecimentos muito especiais da minha vida da melhor maneira possível, que foi gravando um disco. Acho que a minha música favorita do disco é “Para Rodar O Mundo Com Você”, que por mais que pareça uma música que fale de amor romântico de uma pessoa para outra, na verdade, eu escrevi falando sobre a minha própria música e falando como faria de tudo para rodar o mundo com ela.

“Simples” e projetos em andamento

LB: Você acaba de lançar o álbum “Simples”. Qual foi a ideia dele? Há novos projetos em andamento?

Bryan Behr: A ideia do “Simples” é trazer versões voz e violão de algumas das faixas do disco “A Vida é Boa”. Desde a minha primeira aparição na internet com uma música autoral, mostrando para as pessoas o que eu escrevia, eu percebi uma identificação muito grande com essas versões. Meu público tem um carinho muito grande por essas versões e eu também sou muito fã de tocar nesse formato. Eu adoro tocar voz e violão, principalmente nos shows, porque nesse formato eu me conecto comigo e com a minha própria música de um jeito muito especial. E sobre os projetos novos, quem está me acompanhando com certeza vai ter muita novidade até o final de 2020, mas eu acho que ainda não posso compartilhar por aqui.

LB: Se pudesse escolher algum artista para fazer uma parceria, com quem seria?

Bryan Behr: Eu acho se tivesse que escolher um artista para fazer uma participação com certeza seria o Nando Reis. Ele é um dos artistas que mais me inspira até hoje e que mais me inspirou para compor minhas primeiras músicas. O Nando tem várias particularidades, tanto da voz dele quanto da escrita. Eu acho que o jeito como ele compõe foi uma das principais coisas que me ensinou a por no papel as coisas que eu sentia no meu coração de uma maneira única e que seja, de fato, minha.

LB: Qual o seu maior sonho em relação à sua carreira?

Bryan Behr: Eu acho que poderia passar uma tarde inteira falando sobre coisas que eu ainda quero alcançar na minha carreira. Diria que eu quero muito ganhar um Grammy, quero muito fazer uma turnê nacional e internacional também. Mas, acima de todas essas coisas, eu acho que se vocês perguntarem para mim daqui a dez anos essa mesma pergunta vou responder da mesma maneira, que eu quero muito ser feliz cantando as músicas que eu escrevo e quero muito gravar o meu próximo álbum. Mesmo se eu já estiver no meu décimo álbum, eu vou querer gravar o próximo e tomara que assim seja, que eu esteja muito feliz com isso.

LB: O que os fãs podem esperar ainda para 2020?

Bryan Behr: A gente ainda tem muitos projetos legais até o final do ano. Alguns que ainda são segredo e não posso compartilhar, mas quem me acompanha com certeza vai ouvir música nova até o final do ano. A gente acabou de lançar também o disco “Simples”, que é um álbum com algumas versões voz e violão de algumas das faixas do “A Vida é Boa”. Elas também têm um clipe para cada uma. Está super lindo lá no Youtube, para quem quiser assistir.

Ping-pong LB:

Uma música do momento: Ninguém Dá Certo Comigo – Elana Dara

Uma série que gosta e indica: Friends e Ricky and Morty

Um sonho: Tocar no Rock in Rio

Uma banda ou cantor(a) que curte: Novos Baianos

Uma inspiração: Lenine

Uma comida: Bruschetta que a namorada faz, o camarão na moranga que a sogra faz e o cachorro quente da mãe

Um hobby: pintar texturas diferentes em tela

O que você prefere?

Frio ou calor? Frio

Fazer tudo ouvindo música ou no silêncio? Fazer as coisas no silêncio

Fast food ou comida caseira? Comida caseira

Música nacional ou internacional? Música nacional

Filme ou série? Filme

Sair todo fim de semana ou ficar em casa? Mesmo que não estivéssemos em quarentena, ficar em casa.

 

Confira também a entrevista pelo nosso IGTV:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *