Isadora, revelação do R&B brasileiro, conversa com o LB | Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com

Isadora, revelação do R&B brasileiro, conversa com o LB

Com o recente lançamento do primeiro EP, a cantora fala sobre o novo trabalho, a carreira e projetos futuros

De um tempo para cá, o rhythm’ and blues (R&B) tem sido bastante ressignificado no Brasil. Isadora, artista em ascensão que faz parte dessa nova cena, conversou com o portal Latinos Brasil sobre o novo trabalho, a carreira e projetos futuros. A cantora do Rio de Janeiro, hoje aos 25 anos, conquista cada vez mais espaço no cenário atual: são quase 80 milhões de streams em suas músicas, com média de 450 mil mensais, mais de 160 mil visualizações no YouTube e um repertório extenso de experiências ao longo de poucos anos.

(Imagem: Divulgação)

Com formação em canto erudito, Isadora tem um estilo que mistura pop e R&B. Embora tenha pouco tempo de carreira, ela possui uma bagagem que merece reconhecimento. Quando criança, fez parte de um coral infantil e participações em musicais. Já com mais idade, começou a fazer shows com uma banda em bares e casas noturnas e, em 2014, participou do programa The Voice Brasil (Rede Globo). Em 2017, ganhou destaque pela interpretação e composição do sucesso “Sun Goes Down”, em parceria com o DJ e produtor Bruno Martini.

Seja como for, Isadora agora dá início a uma fase de projetos inéditos e autorais. Agenciada pela SoulTime, em 2019, ela assinou contrato com a gravadora Onda Musical e promete trazer uma pegada nova à música brasileira. Confira:

Novo EP “Universo Particular”

Para encerrar o ciclo de lançamentos do primeiro EP da cantora, “Universo Particular”, a faixa e o clipe de “Melhor Versão de Mim” foram disponibilizados em todas as plataformas digitais na última sexta-feira (18/09). Dividindo a voz com Fabriccio, artista independente que também faz parte da cena do novo R&B brasileiro, a música fala sobre a avalanche de sentimentos que envolvem um relacionamento a dois e o término.

Mesmo que a composição seja assinada pelos dois cantores, a essência individual de cada um está bem presente nos versos da letra. Respeitando o isolamento social, toda a gravação foi feita à distância. Desse modo, com Isadora no Rio de Janeiro e Fabriccio em Vitória, no Espírito Santo, o vídeo mostra, por meio de takes caseiros, o casal lidando com a dor pelo fim e a saudade.

LB: Como foi produzir e gravar o seu primeiro EP durante a pandemia?

Isadora: Na verdade, o processo começou um pouco antes da pandemia. Eu venho desenvolvendo esse trabalho desde 2019, mas muitas coisas tiveram que ser, de fato, desenvolvidas. Principalmente o conteúdo audiovisual. Um dos últimos clipe que gravei foi o de uma música chamada “À vontade” cerca de dois ou três dias antes do início da pandemia. A gente teve que se adaptar para tentar, de alguma forma, ainda se conectar com o nosso público.

LB: O que você achou do resultado final do EP?

Isadora: Fiquei muito feliz. É uma realização tanto pessoal quanto profissional. É algo que a gente já vem desenvolvendo há um tempo. O primeiro trabalho é sempre muito significante na carreira de um artista porque é como você se apresenta ao mundo. Acho que está tudo conversando muito bem.

LB: “Melhor Versão de Mim” é uma música sobre relacionamento a dois e o término. De onde surgiu a inspiração para escrever a letra?

Isadora: Essa música surgiu comigo e com um outro parceiro durante uma conversa. O Fabriccio inseriu a parte dele depois, mas foi totalmente coerente. Ele pegou e internalizou a letra e conseguiu criar o feat dele. Eu achei que somou demais! Parece até que a gente sentou para escrever juntos. Mas na realidade, eu comecei e ele finalizou.

Se ainda não conferiu, assista ao clipe aqui:

As histórias por trás das letras

Assim como todo artista, Isadora busca inspirações reais para suas composições. De acordo com a cantora, além das experiências pessoais, ela costuma ouvir histórias de outras pessoas. “Varia muito, sabe? Às vezes estamos passando por um período difícil e complicado e isso pode até ajudar a gente a compor. Tem algumas músicas do disco que são, de fato, experiências minhas vividas. Outras, foram experiências que eu via acontecer com outras pessoas ou alguém próximo de mim”, explica.

Projetos futuros

Eventualmente, a cantora de 25 anos ainda tem muitos planos pela frente. É provável que os fãs recebam mais surpresas ainda em 2020. “A gente sempre tem que pensar um pouco à frente. Lança um projeto e já está engatilhando no próximo. Eu, particularmente, tenho parado para compor, criar e tentar desenvolver cada vez mais outros trabalhos durante esse período de pandemia. Em breve, deve vir algo muito maior do que esse EP que estou lançando agora, como um disco”, comenta Isadora.

Confira a entrevista na íntegra no IGTV do Latinos Brasil:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *