Anahí é a artista da semana no LatinosBrasil

O nosso especial da semana é com ela, Anahí, que venceu nossa enquete com 48% dos votos. Portanto, vamos relembrar a carreira da Barbie mexicana.

Anahí Giovanna Puente Portilla de Velasco, ou simplesmente Anahí, cujo significado vem de origem indígena, pois segundo a lenda, esse era o nome de uma índia que teve o corpo queimado, e  após isso se transformou em flor, mas também significa doce voz, que no caso combina mais com nossa artista.

Reprodução Instagram @Anahi

Anahí nasceu no dia 14 de maio de 1983, e seus pais são Marichelo Portilla e Enrique Puente.  A mexicana é a caçula de duas irmãs: Marichelo e Diana Puente (só por parte de pai).

A carreira de artista começou aos 2 anos, quando por casualidade entrou no meio da gravação de Chiquilladas, um programa infantil da Televisa no qual sua irmã fazia parte. Durante o intervalo, Anahí pegou uma escova de cabelo e começou a cantar e dançar na frente do espelho. O produtor ficou tão encantado que colocou ela no elenco.

Chiquilladas foi a primeira porta para Anahí ser a queridinha do público infantil, e depois do programa ela pôde participar de outros como La Telaraña, em 1986 e Súper Ondas, em 1989. Desde então, a atriz não se limitou somente à televisão e passou a atuar nas telonas, como nos filmes Asesinato a Sangre Fría, e Había Una Vez Una Estrella,  ambos em 1989. Neste último filme,  ela recebeu em 1991 o prêmio Palma de Oro por seu destaque como atriz infantil. E não parou por aí, pois ainda no mesmo ano ela gravou outro filme, o Nacidos Para Morir, e as novelas Garotas BonitasLa Pícara Soñadora e Madres Egoístas.

Em 1993, Anahí  interpretou o tema “Mensajero del Señor“, dedicado ao Papa João Paulo II durante sua visita a Yucatán, México. Um momento memorável para a cantora que é super católica.

Durante sua infância, além dos projetos citados, a mexicana também gravou os filmes  Ayúdame Compadre,  El Ganador, e No Me Defiendas Compadre. Além disso, foi protagonista das novelas Ángeles Sin Paraíso e gravou seu primeiro disco, auto-intitulado, onde promoveu por toda a República durante cinco semanas no circo Atayde, com “El Show de Anahí”.

Mesmo entrado pro mercado musical, ela não largou a atuação, pois depois do primeiro CD ela ainda participou de Alondra, novela mais exitosa da época, que foi vendida para vários países e foi a que fez com que a Anahí ficasse conhecida em outros países como Espanha e Venezuela. Gravou também a série Mujer, Casos De La Vida Real  e em 1996 , lançou seu segundo disco ¿Hoy Es Mañana? dividindo a promoção do álbum entre as gravações da novela Tú y Yo.

Em 1997, fez parte da telenovela Mi Pequeña Traviesa, que inclusive teve uma versão brasileira feita pelo SBTe lançou seu terceiro disco, Anclado En Mí Corazón, que ganhou direito de um show registrado em VHS com o mesmo nome do álbum. Em 1998, atuou em Vivo por Elena e a série Una Pura y Dos Con Sal.

Reprodução Youtube

No final daquele ano, a telenovela El Diário de Daniela, onde ela viveu a antipática Adélia começou a ser exibida. A trama foi protagonizada por Daniela LujánMartín RiccaYolanda Ventura e Marcelo Buquet (que foi substituído por Gerardo Murguía), esta novela foi a primeira no qual o Brasil pode assistir contendo Anahí no elenco, pois no ano 2000 foi exibida pelo SBT, cobrindo as férias de Chiquititas.

Depois disso, a nossa Any protagonizou o filme Inesperado Amor, e na sequencia foi convidada pelo produtor Pedro Damián para protagonizar a telenovela Primer Amor, ao lado de Kuno Becker, com quem realizou um dueto para a novela e lançou seu quarto álbum de estúdio Baby Blue.  A novela também teve exibição no SBT.

Após o término desse projeto, Anahí enfrentou um distúrbio alimentar grave, anorexia nervosa. Em seu peso mais baixo, ela chegou a pesar 35 quilos. Passou por vários médicos e psicólogos em torno México, e no dia 29 de abril de 2001, depois de  ter tido sensações de desmaios, foi levada às pressas para um hospital, onde seu coração parou por oito segundos. Graças a Deus ela foi tratada e se curou, voltando mais forte que nunca, inclusive em 2008, com o apoio da Televisa, Anahí se tornou porta voz de vítimas desse distúrbio, lançando a campanha “Si Yo Puedo, Tú También“.

FOTO: Sandra Perdomo /CUARTOSCURO.COM

Enfim, saudável novamente, e pronta pra trabalhar, ela foi convidada por Pedro Damián outra vez, o produtor havia gostado do desempenho da moça, então a colocou na segunda temporada de outro projeto que ele estava trabalhando, a novela Clase 406,  onde ela deu vida a Jéssica Riquelme, uma garota milionária, órfã de mãe, caprichosa e de coração frio. Foi nessa época em que ela contracenou com Alfonso Herrera, Dulce Maria e Christian Chávez, seus futuros companheiros na novela Rebelde e consequentemente, do grupo RBD.

Pinterest

Rebelde foi realmente o divisor de águas na vida da Anahí – assim como de seus companheiros. De 2004 a 2006, a atriz deu vida a  patricinha que você respeita, a Mia Colucci. Com várias reviravoltas na trama que era banhada de rebeldia, amizade, cumplicidade e amor a música. Tanto amor, que deixou de ser fictício e passou a realidade.  O grupo RBD, onde também, além dos companheiros de Clase 406, entram Christopher Uckermann e Maite Perroniconquistou milhões de admiradores, prêmios, reconhecimento, mas principalmente, o amor de seus fãs nos quatro cantos do mundo. Foi tanto sucesso, que os seis protagonizaram a série RBD – La Familia, em 2007, onde interpretavam a si próprios dentro da correria entre as turnês mundiais.

Dentro do grupo, ela foi a voz principal de uma das musicas mais lembradas do conjunto, o single Sálvame, que teve as versões em português e inglês gravada. No conjunto músical Any pôde se envolver nos figurinos durante uma época, pois ela foi encarregada da imagem do RBD no álbum Celestial, onde ela se inspirou no estilo urbano, tipo estilo de mendigo.

O grupo recebeu múltiplos discos de platina, ouro e diamante, realizando turnês por mais de 23 países, em 116 cidades, incluindo o Estádio do Maracanã no Rio de Janeiro, o Estádio do Coliseum em Los Angeles e o Madison Square Garden de Nova York. O sucesso foi tão grande que em algumas apresentações o grupo superou recordes de vendas de The Beatles e The Rolling Stones.

Após o triste término do grupo, em 21 de dezembro de 2008, Anahí já começa os planejamentos para retornar sua carreira solo, e em 2009, assina contrato com a EMI Music, tendo seu primeiro single “Mi Delirio” lançado durante os Prêmios Juventud daquele ano. Em novembro começou a turnê, intitulada Mi Delirio World Tour, tendo o Brasil como o primeiro país na agenda.

A turnê ainda passou pela Argentina, Chile, Eslovênia, México, Romênia, Sérvia e Venezuela. Se tornando a 7° turnê mais lucrativa do primeiro semestre de 2010 segundo a Billboard.  Em 24 de novembro de 2009, é lançado, então, seu quinto álbum solo Mi Delirio, que recebeu disco de ouro no Brasil pelas 30 mil cópias vendidas. E ainda em novembro, foi lançado o vídeo clipe do single, sendo censurado no YouTube por conter cenas improprias para menores de 18 anos. Dias depois, o clipe foi liberado e já se encontra disponível no site.

Em fevereiro de 2010, participou do Festival Viña del Mar no Chile, onde encerrou sua apresentação com uma performance polêmica da canção “Él Me Mintió“, sendo muito criticada por lembrar a performance de Lady Gaga, quando cantou “Paparazzi”, no MTV Vídeo Music Awards 2009, pois ambas acabavam a apresentação ensanguentada no palco.

A turnê de promoção do álbum teve três partes. Mi Delirio World Tour Reloaded foi a segunda etapa da tour e  começou após o lançamento da versão deluxe do disco. A terceira e última, foi intitulada de Go Any Go.  No Brasil, teve participações do cantores Noel Schajris, com quem Any cantou algumas canções do cantor, além de Alergico; Penya, cantaram juntos a música Te Puedo Escuchar e Christian Chávez, que além de ter sido o responsável pela abertura dos shows, dividiram o palco para divulgar o single “Libertad“. Dois dias após o lançamento do videoclipe, que foi exibido pela primeira vez durante o show de São Paulo, ultrapassou a marca de 1 milhão de visualizações no YouTube – hoje já são mais de 12 milhões de views. 

Além da atuação e sua carreira como cantora, Anahí também atacou de empresária, com a loja de roupas desenhadas pela própria, Anahí Worda Aviesta que foi uma linha de sapatos e bolsas americana, e a BE by Anahí, uma linha de esmaltes que foi lançada com  25 coleções de cores, algumas com nomes conhecidos, como “rebelde”, “delirio“, “absurda“, “click“, “hipnótico” e “sálvame“.

Divulgação

Depois de algumas negociações, Anahí aceitou o papel principal em Dos Hogares, telenovela escrita e produzida por Emilio Larrosa. A novela marcou a volta da atriz a televisão, quatro anos após sua última aparição em uma série de TV, sendo sua primeira protagonista em horário nobre. Além de atuar, Anahí cantou o tema de abertura, intitulado “Dividida“, escrito por ela, Orlando Rodríguez Di Pietro e Diego Giron.

Outra canção que ela gravou para a trilha sonora da trama foi “Rendirme En Tu Amor, junto com Carlos Ponce, seu par romântico na novela. E em maio, foi convidada pela MTV Latina para gravar o tema de abertura da novela Popland!, a canção “Click“, em parceria com os cantores Ale Sergi e Brian Amadeus.

 

Reprodução Twitter @Anahi

Com o fim de Dos Hogares em janeiro de 2012, a cantora e atriz resolveu tirar prolongadas férias, e logo em seguida começou a produzir seu sexto álbum. Onde prometeu um dueto com o rapper americano Flo Rida. Os dois chegaram a se encontrar em um estúdio em Los Angeles, mas a parceria não foi finalizada.

Em fevereiro de 2013 ela lançou o single “Absurda“, os fãs ficaram super empolgados com a faixa melancólica, mas infelizmente após o lançamento da canção, o projeto do sexto álbum foi engavetado e a cantora começou a se dedicar a compromissos como futura primeira-dama de Chiapas.

Reprodução Instagram @Anahi

Em 25 de abril de 2015, Anahí realizou um de seus maiores sonhos, ela se casou. O felizardo foi com o governador Manuel Velasco. Um mês após se casar, Anahí divulgou em seu canal pessoal no YouTube o lyric vídeo da canção “Están Ahí“, em agradecimento aos seus fãs que nunca a abandonaram mesmo tendo ficado sem lançar nenhuma música naqueles últimos dois anos. Em menos de 48 horas, a canção emplacou o primeiro lugar no iTunes do Brasil.

Os anymaniacos começaram a se animar com o retorno da mexicana, e no dia 16 de julho do mesmo ano foram presenteados com a performance na 11° edição dos Prêmios Juventud com o hit “Rumba, que conta com a colaboração do porto-riquenho Wisin.

Rumba  foi primeiro single do seu sexto álbum de estúdio que chegou a ter o título provisório de Amnesia e logo se tornou o Inesperado, lançado em junho de 2016. Mesmo sem promoção e turnê, o disco alcançou ótimas colocações na Colômbia, Brasil, República Dominicana, Equador, Peru, México, Espanha, Chile, Argentina e Estados Unidos na categoria de música latina.

Em setembro de 2016 a cantora foi capa da edição mexicana da revista Caras, e no conteúdo a grande surpresa, ou não. Anahí anunciou que estava grávida de seu primeiro filho, embora meses antes ela tivesse negado para diversos meios de comunicação que já espalhavam a notícia. Em sua conta no Instagram, a cantora compartilhou a foto da capa da revista e escreveu: “Com muita emoção, compartilho com vocês a notícia mais linda”. 

Os meses se passaram, e Anahí deu a luz a Manuel, a maior benção de sua vida, que atualmente está quase para completar 8 meses.

Reprodução Instagram @Anahi

Infelizmente faz um bom tempo que não temos novidade sobre a carreira da nossa eterna Mia Colucci, muitos inclusive a cogitar a ideia de que seu marido seja responsável por isso. Eles recebem inúmeras críticas por conta desse e outros rumores, alguns chegam a ter ser intolerantes e opinar sobre como devem se portar. Esse tema a gente fez questão de trazer para a nossa coluna “Precisamos falar sobre“, caso não tenha lido basta clicar aqui.

Bom, vamos aguardar, talvez a nossa mexicana regresse ao trabalho, e claro que nós torcemos por isso. Recentemente compartilhou uma foto no Snapchat, direto de um ambiente que lembra um estúdio de música, e os fones com ela reforçam a ideia de que ela esteja gravando. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Ufa! O nosso especial acaba aqui e esperamos que tenham gostado. Voltamos na próxima semana com mais uma matéria recheada de informações do artista escolhido. Nos acompanhe nas redes sociais para votar no seu ídolo em nossas enquetes que rolam no Twitter.

 

 

 

 

Avatar

Formado em jornalismo, amante de séries e filmes. Ouvinte de música latina e sertaneja. Pacífico e observador.

One Ping

  1. Pingback: Anahí se reúne com fãs e imprensa para revelar novo projeto | Latinos Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *