Entrevista: Xamã fala sobre seu novo disco "O Iluminado". Confira! | Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com

Entrevista: Xamã fala sobre seu novo disco “O Iluminado”. Confira!

Foto Destaque: @caduandradee

Xamã, um dos artistas mais conhecidos do rap atualmente, portador de mais de 3 milhões de ouvintes mensais nas plataformas digitais e parcerias musicais marcantes com a Pineapple, Matuê, entre outros sucessos.

O rapper acaba de lançar seu mais novo álbum “O Iluminado”, sucessor do álbum “Pecado Capital”, lançado em 2018. Faltando 1 dia para o tão esperado lançamento do novo projeto musical, o Portal Latinos Brasil conversou com o cantor, que está super animado com o lançamento e satisfeito com o resultado e novos patamares no qual sua música está alcançando.

Confira a entrevista de Xamã para o Latinos Brasil:

 

LB: Você acaba de lançar seu novo álbum “O Iluminado”, como foi desenvolvê-lo musicalmente e na parte cinematográfica?

Xamã: Eu fiz meu primeiro álbum, “Pecado Capital”, em 2018, que foi sobre pecados capitais, teve a música “Luxúria” com Matuê que obteve um dos maiores números do disco e era um tema relacionado àquele álbum. E eu resolvi nesse segundo disco trazer vários filmes ao invés de apenas um tema no disco, sendo alguns deles “American Pie”, “Matrix”, “Uma Linda Mulher”, “Central do Brasil”, “Advogado do Diabo”.

LB: Muitas vezes percebemos nas letras de suas músicas algumas referências ao seu passado, lugar de origem, etc. Qual a importância de tudo isso para você?

Xamã: Todo mundo sabe que se a gente destrói nossas raízes, a gente se destrói, então eu tento nunca me auto sabotar, procuro sempre as mesmas referências, as mesmas origens, procuro sempre estar em contato com o público, aprendendendo coisas novas com ele. Tenho público de todo tipo. Do mundo, evangélico, pessoas de vários estilos me escutam, tenho um feedback muito ‘daora’, e eu acredito que o segredo do milênio mesmo é essa forma da linguagem popular, quanto mais simples você conseguir imprimir a linguagem da sua arte, mais as pessoas vão entender melhor você, vão se identificar.

LB: Falando sobre sua evolução na música, a cada dia você conquista mais ouvintes e seus fãs não param de crescer. Um exemplo de reconhecimento foi seu show no Rock In Rio, como foi essa experiência para você?

Xamã: Foi muito daora, foi um baque para mim! Eu gosto muito de rock e esse disco tem uma pegada dele, acredito que o Rock In Rio tenha influenciado na arte final dele. Todas aquelas pessoas, todo mundo cantando minhas músicas, as músicas que eu tinha criado, até pouco tempo era só uma folha de caderno dentro de uma gaveta, e ali pude ver todo mundo cantando comigo, foi mágico!

LB: Vemos bastante sua presença em vários lançamentos da Pineapple, como por exemplo no famoso Poesia Acústica 6, entre outros clipes. Como é sua relação com eles? Podemos esperar mais lançamentos da Pineapple com o Xamã futuramente?

Xamã: Os caras são meus parceiros, sempre me ajudaram desde o início, desde muito antes de eu fazer sucesso, de ter músicas, me colocaram no “Poetas no Topo”, sempre me ajudaram e eu sempre tento ajudar da mesma forma também, acho que essa parceria é de muitos frutos e sempre vai render. Sobre o Poesia, claro! Vai ter um exibido em Paris que a gente gravou, será lançado com uma galera bem daora em 2020!

LB: Diferente de alguns artistas do rap, você está desenvolvendo trabalhos que dialogam com vários estilos musicais. Pretende expandir ainda mais essa mistura de ritmos em 2020?

Xamã: Acho que sim, porque todos nós daqui do Rio de Janeiro, como do Brasil, periferia, etc, a gente é cria da rádio e nela você escuta de tudo um pouco: rock, pagode, funk, rap, e ainda ouve o locutor mandando um ‘Salve’ para o cara da rua, e acho que vou fazer o máximo do que eu conseguir da linguagem urbana mesmo, o que tiver contato com o público eu vou estar sempre tentando fazer!

PING PONG LB com XAMÃ

LB: Uma música que você anda ouvindo muito atualmente?

Xamã: Bohemian Rhapsody – Queen

LB: Sua faixa favorita do novo álbum?

Xamã: Pulp Fiction – Xamã feat. Agnes Nunes

LB: Um artista nacional ou internacional que seria seu feat. dos sonhos?

Xamã: Dos sonhos.. Tim Maia!

LB: Sua música favorita do Xamã?

Xamã: Se chama 25 horas!

LB: Algo que te inspira?

Xamã: A rua, o trem, metrô!

LB: O que seus fãs significam para você?

Xamã: Ah, eles são estranhos que nem eu (risos), eu não sabia que tinha tanta gente parecida comigo e escuta minhas músicas (risos).

Escolha clicando aqui sua plataforma digital favorita e escute “O Illuminado” de Xamã, já disponível!

Agradecimento: Xamã, Universal Music Brasil, André Machado, Rose Morais.

Entrevista por: Lara Cunha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *