Danielle Di Donato fala sobre a série “Sheila de Charme” | Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com

Danielle Di Donato fala sobre a série “Sheila de Charme”

Danielle Di Donato é uma atriz, roteirista e produtora, que recentemente lançou a 2 temporada de sua websérie, intitulada “Sheila de Charme”. A série retrata os desafios de uma atriz fictícia, Sharmila Pessegueiras, após descobrir que precisa fazer muito mais do que “apenas atuar” para se dar bem na profissão.

Danielle chegou a ser premiada como “Melhor Atriz” no Festival Internacional do Rio, por seu papel na websérie. Nessa semana, o Portal Latinos Brasil teve a oportunidade de bater um papo com Danielle, que nos contou tudo sobre seu processo de criação e produção, período de quarentena com seu filho de 7 meses, paixão pela arte, e muito mais!

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA!

Latinos Brasil: Danielle, nesse período de quarentena muitos brasileiros estão trabalhando em casa, inclusive você! Como está sendo gravar e ao mesmo tempo dar uma devida atenção ao seu filho de 7 meses?

Danielle Di Donato: Por um lado é bom porque posso acompanhar o crescimento dele de perto. Por outro lado o desgaste é duplo para adaptar a rotina de trabalho e os cuidados com ele.

LB: O mercado artístico foi um dos primeiros a parar por conta da pandemia, você teme que essa classe pode ser ainda mais prejudicada após o fim da quarentena?

DD: Os dois últimos anos já vinham sendo mais difíceis no meio mercado audiovisual. Não tenho dúvida de que é um setor que foi ainda mais prejudicado com a quarentena, mas sou otimista quanto ao futuro. Acredito que esse tempo em casa fez as pessoas perceberem a importância do nosso meio com o aumento do consumo de música, filmes, séries e arte em geral. Meu desejo real é de que essa percepção se extenda para o mercado como um todo, que o público entenda quantas famílias vivem desse meio e não somente os artistas (desde a direção ao motorista da van que nos leva às locações) 

LB: Você acaba de lançar a segunda temporada da websérie “Sheila de Charme”, como funciona o processo de criação e produção de cada episódio? 

DD: A criação é algo bem particular. No meu caso eu gosto de ir anotando os assuntos que quero abordar, idéias e piadas aleatórias, histórias que conheço ou vivi, e até mesmo quem eu gostaria de convidar para atuar em um certo papel. Depois vou eliminando o que não serve e organizo as melhores idéias que se encaixam no contexto da série. 

A produção já é algo mais técnico, onde temos que pensar no menor custo e tempo para realizar cada episódio, além de juntar a agenda do elenco, que é o mais difícil.

LB: Da onde surgiu a ideia de criar a websérie? 

DD: A série surgiu quando voltei de uma viagem de dois meses que fiz para estudar. Quando voltei fiquei um tempo sem trabalho por estar “sumida”. A série virou então uma forma de ver com humor as situações ruins que a carreira de atriz me levou – como a própria falta de trabalho que estava vivendo naquele momento – e também de voltar a mostrar meu trabalho em comédia, que é onde eu mais amo atuar. 

LB: Você ganhou o prêmio de “Melhor Atriz” Festival Internacional do Rio, pelo papel da protagonista, qual a sensação de ganhar esse prêmio tão importante? Você esperava?

DD: Fiquei muito feliz com esse reconhecimento, principalmente por ser um festival internacional com tanta gente boa concorrendo. Eu não esperava, mas queria muito, claro, é uma recompensa grande a todo esforço de criar uma série independente sem nenhum tipo de incentivo, que só foi possível, porque muita gente talentosa e generosa embarcou nessa comigo. 

LB: Quando você descobriu sua paixão pela arte?

DD: Minha paixão é tão antiga que nem me lembro! Para mim, desde sempre eu já queria me comunicar através da arte. 

LB: Você tem alguma inspiração? Se sim, qual? 

DD: Tenho muitas! Mas para falar de comédia me inspiro muito em artistas como a Heloisa Perissé e  Monica Martelli por exemplo, que criaram espetáculos baseados em suas vivências e foram reconhecidas a partir deles que começaram de forma independente, com a grana do bolso, como foi inicialmente a série “Sheila de Charme”.

LB: Já tem novos projetos em mente? O que podemos esperar?

DD: Tenho alguns. No momento estou criando um roteiro para ser gravado totalmente sem contato com a equipe, cada profissional fazendo sua parte em casa aproveitando a quarentena para descobrirmos novas formas de fazer arte. 

PING PONG LB

Um filme: The Disaster Artist (Artista do Desastre)

Uma série: Método Kominsky

Um sonho: O reconhecimento dos direitos trabalhistas para a minha classe.

Música do momento: Baby Shark (as mamães vão me entender kkk)

Seu maior defeito: Imediatismo

Sua maior qualidade: Faço piada com tudo

LB: E pra finalizar, mande uma mensagem para para nossos seguidores que leram a matéria até o final!

DD: Já que você está aí sem poder sair de casa, com o celular na mão, aproveite para assistir a série Sheila de Charme,ao invés de abrir novamente a geladeira ao final dessa matéria (risos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *