Agnes Nunes e Xamã lançam o single "CIDA" | Latinos Brasil Latinos Brasil | www.latinosbrasil.com

Agnes Nunes e Xamã lançam o single “CIDA”

 

Nesta última quarta-feira (12) Agnes Nunes e Xamã liberam música e clipe de “Cida”, primeiro lançamento do EP “Elas Por Elas” que estará disponível a partir do dia 5 de julho. O conceito do projeto com quatro faixas é homenagear todas as às mulheres, cada uma com um nome feminino.

Com penas 16 anos, a cantora Agnes Nunes, vem se destacando por conta de seu talento, e vem ganhando vários admiradores do meio artístico como Lázaro Ramos, Pablo Vittar e DJ Alok. Já Xamã é um rapper carioca, nascido na zona oeste da capital, que traz várias influencia como Racionais Mc´s, Charlie Brown Jr, Legião Urbana e o rock dos anos 80/90.

Com produção de CKM Beats, o single “Cida” é uma love song interpretada brilhantemente pelos dois artistas. Já a fotografia foi realizada por Tiago Lage, tendo o videoclipe dirigido por Dauto Galli.

Até a última checagem, o videoclipe estava contabilizando 894.564 visualizações no Youtube, e mais de 100 mil curtidas. Confira o resultado deste trabalho sensacional da adolescente com o rapper:

 

LETRA:

Viajo e sempre paro em você aqui
Guardo amor pro agora, não vou partir
Tenho você para mim, eu sou tão ruim
Falo de amor, mas nem eu me amo assim

Eu te vi num domingo, num fim de semana
Moça serena, te trouxe chocolate da Lojas Americanas
O segurança me pegou, deu mó problema
Xamã é um louco inconsequente que te ama

Sou Robbin Hood louco
Roubando flores pra sentir seu cheiro
Sinto o cheiro do seu corpo
Vou te levar pra marolar no posto 9
Praia Altinha, gente boa e água de coco

Veja bem, meu bem, a gente se perdeu
Veja bem, meu bem, ainda sou só seu
E eu ainda espero e agora eu só quero
Um novo ciclo pra poder aliviar
Todas as dores que passamos
E fortes nós fomos ficando
E dizem eles que agora nós somos só restos do que ficou

Sou Robin Hood louco
Senti sabores do Rio de Janeiro
De janeiro até agosto
Minha querida Cida, a vida pau, é pedra
É lida, é tudo que você tiver disposto

Como você dança
Me sinto igual criança
Brotava na Colômbia só pra ver você mexer
Tu entrava na roda
Me olhava igual cigana
E o coração parou quando eu conheci você
Se pá, tu me conhece
Já sabe da minha vibe
Aqui, quando eu te toco, cê para todo meu baile
Me alegro em te dizer que, nego, briso em você
Eu não me arrependo de atravessar a cidade só pra poder te ver

Viajo e sempre paro em você aqui
Guardo amor pro agora, não vou partir
Tenho você para mim, eu sou tão ruim
Falo de amor, mas nem eu me amo assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *