Connect with us

Uckermann diz estar agradecido com seu passado e explica melhor o presente

Coletivas

Uckermann diz estar agradecido com seu passado e explica melhor o presente

©Jéssica Silva

Aconteceu nesta terça-feria (25) a coletiva de imprensa do Christopher Uckermann, que está no Brasil para divulgar seu novo projeto: La Revolución De Los Ciegos. A pequena turnê está sendo organizada pela empresa Somos Assessoria e passará por São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre nos próximos dias.

O ator e cantor mexicano falou um pouquinho sobre cada coisa com muita sabedoria na escolha das palavras, o que transmitia uma segurança sobre os assuntos abordado. Ele explicou melhor o que está trazendo ao nosso país com essa revolução, que vem com uma roupagem mais acústica nas músicas do seu primeiro disco, Somos, novas canções, e animações que uniram toda a ideologia do projeto.

 

“Uma das músicas se chama Claridad, e ela tem o lado claro, e o escuro. Então, a animação conseguiu plasmar essa escuridão, essa luz, essa dualidade que tem o ser humano. Na verdade, não é um show como tal, é uma experiencia. É interagir com as pessoas no palco. Não é errado falar de experimentação, mas é um experimento com um proposito de poder interagir com as pessoas, de humano para humano”, explicou.

 

 

Seguindo essa linha de “humano para humano”, o cantor contou que esteve cozinhando muito bem esse projeto durante os seis anos que não visitava o Brasil, que é um dos maiores mercados para música surgidos até então, e que por aqui vai falar, através das músicas, sobre o que está acontecendo no mundo, como as redes de fast food, e sobre coisas que ele gosta como a física quântica, o espaço. “Mas também falo sobre coisas terrestres e de como não podemos pensar como uma sociedade do México ou uma sociedade do Brasil, e sim como uma sociedade global, é importante que as pessoas abram os olhos e vejam isso”, finalizou.

E essas músicas, segundo ele, serão lançadas de pouco em pouco, no decorrer da turnê, pois isso faz parte do experimento, “eu nem chamo de disco, porque não é um disco, é simplesmente lançar música, ou dar-lhes músicas, e, também, vende-las. Só que não como antes. Claro que vamos disponibiliza-las em todas as plataformas possíveis, mas não como um negócio, trata-se de desfrutar com as pessoas, cada um vai ouvir o que gostar”. Sobre as faixas que tem usado na divulgação da “Revolución De Los Ciegos“, Uckermann disse que ela vai estar presente nos eventos sim, pois é parte da revolução, mas que é algo simbólico, “o importante é que seja uma experiência social e humana, em todos os sentidos”.

Mudando da música para a atuação, o ator contou que aceitaria fazer algum projeto por aqui, desde que não seja uma novela. Inclusive, relembrou que já recebeu um script para um filme brasileiro, e que chegou a aprender um pouquinho de português para isso, mas que no final acabou não acontecendo. O que levou aos jornalistas ali presentes questionarem sobre Rebelde e RBD, ao o que ele respondeu:

“Estou muito agradecido com o passado que tive, não estaria aqui se não fosse por isso, mas quando me perguntam se vai ter um reencontro ou a volta do RBD, digo que não, porque cada um está em seu projeto completamente diferente e estão todos felizes. As pessoas falam muito disso, mas obviamente, pelo menos por agora, não é algo que vá acontecer”.

Apesar disso, as experiências que viveu com o RBD foram, pouco a pouco, dando forma à todas as ideologias que ele tem, pois, nas palavras dele, “é difícil compartilhar algo se você mesmo não experimentou, e nesse caso, o Christopher de hoje é fruto das experiências que teve, a única diferença é que hoje tenho mais experiência. E é isso o que me leva a dizer que não busco fama, não me interessa, a única coisa que busco é me divertir e dividir uma boa música”.

A turnê da “Revolución de los Ciegos” começa no próximo dia 27 no Rio de Janeiro e mais informações podem ser encontradas aqui. Confira a galeria de fotos exclusivas do encontro do mexicano com a imprensa brasileira:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Continue Reading

Jornalista, fã da cultura latina e apaixonada pela loucura que é viver em São Paulo, sem querer trocar isso por nenhuma calmaria, pois já vive trocando o português pelo espanhol no seu dia-a-dia.

1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: Christopher Uckermann explicará "Cómo Cortar A Tu Patán" | LatinosBrasil

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Coletivas

To Top