A série espanhola, originalmente da emissora Antena 3, chegou sem muito alarde na Netflix, responsável pela distribuição internacional, e conquistou uma massa de fãs em todo o mundo. Para a alegria destes, foi confirmado nesta quarta-feira (18) pela plataforma que a trama ganhará uma nova temporada para 2019.

Sendo a série de língua hispânica mais vista da atualidade, já haviam muitos rumores de que a história teria continuidade mesmo tendo sido concluída sem deixar arcos abertos.

As informações começavam a criar esperanças desde quando o site espanhol “Hoy” confirmou que a segunda temporada (ou 3° parte, segundo a divisão da Netflix) estava perto de ser anunciada depois da declaração do roteirista da série,  Alex Pina.

“A quadrilha do professor gostaria de continuar com seus atentados na Reserva federal dos Estados Unidos”.

A história de “La Casa de Papel“, traz muita ação, suspense, planos bem arquitetados, que chegam lembrar um pouco do que Michael Scofield, de Prison Break, fazia em busca da liberdade. Muitas reviravoltas surpreendentes acontecem no decorrer dos episódios que prendem a atenção do telespectador desde o capítulo piloto.

A produção conta com 9 protagonistas, sendo eles o Professor, que é o líder da quadrilha, e seus 8 companheiros que se trancam junto com reféns na Casa da Moeda do país. O grupo tem uma missão de roubo ambiciosa, e mesmo sendo bandidos, é impossível acompanhar a série sem torcer por eles.

Os personagens se tornaram figuras da cultura pop, tendo muito destaque no carnaval, onde inúmeras pessoas se usaram como fantasia o uniforme utilizado por eles durante a trama. Até mesmo nossos amigos brasileiros do Projeto Trigo, fizeram dois vídeo para o canal do youtube, cantando o tema de abertura e Bella Ciao:

Por falar em música, a trilha sonora de La Casa de Papel foi pensada com muito carinho pelos produtores. É possível escutar músicas de Franz SchubertLudwig Van Beethoven, entre outros, mas o simbolo musical da série fica por conta de  “Bella Ciao”, mesmo. A canção surge em cena no meio de um flashback vivenciado pelos personagens Professor (Álvaro Morte) e Berlim (Pedro Alonso):

“Bella Ciao” se tornou símbolo da resistência italiana durante a Segunda Guerra Mundial. A música também embalou protestos de partidos de esquerda ao redor do mundo, incluindo manifestações pró-democracia em Hong Kong, em 2014. A canção também foi trilha da campanha eleitoral dos partidos de extrema esquerda da Grécia.

A minissérie teve 15 episódios lançados na Espanha , mas chegou pela metade no Brasil pela Netflix, que editou os primeiros 9 capítulos originais, os transformando em 13, já que cada capítulo tem mais de uma hora de duração, e na plataforma streaming foi reduzido para cerca de 40 minutos.

O restante da série, que todos chamam de “2ª parte”, mas que ainda faz parte da 1° temporada, já estão disponíveis em 9 episódios,  pela Netflix.