Clovis Pinho fala sobre novo EP do Preto no Branco

Preto no Branco: Grupo musical liderado por Clovis Pinho, dono da música gospel mais reproduzida de todos os tempos no Youtube Brasil, “Ninguém Explica Deus”, tendo mais de 345 milhões de visualizações. Na tarde desta quarta-feira (20), o LB conversou através de uma conferência telefônica com o cantor e compositor Clovis Pinho, que nos recebeu com uma voz empolgada e feliz com a ligação.

Engraçado, cheio de carisma e simpatia, Clóvis falou sobre o lançamento do grupo, sendo ele o EP “Segundo Tempo“, com três lindos louvores e colaborações com os artistas Kivitz, Marcos Almeida, e a dupla sertaneja César Menotti & Fabiano entre as faixas do mais novo projeto, além de contar algumas curiosidades da carreira do grupo de música gospel, Preto no Branco.

Confira abaixo a entrevista completa de Clovis Pinho para o Latinos Brasil:

LB: São muito escutadas nas igrejas e eventos as canções do grupo Preto no Branco. Nos trechos das suas canções sentimos muita emoção, uma mistura de sentimentos bons. De onde vocês tiram tanta inspiração para contagiar o público dessa forma, com um louvor tão pleno?

CP: Nossa Lara, muito obrigado pela pergunta! Que sotaque maravilhoso (risos). Essa inspiração vem da bíblia e da nossa própria vida também. A gente vai vivendo, aprendendo, sentindo.. O meu processo de criação, composição é a partir daquilo que eu sinto mesmo, sabe? Eu não canto por obrigação. Minha expectativa é essa, saber o que o povo do Brasil quer cantar. Então eu tenho que sentir essa necessidade!

LB: Sobre o lançamento do EP “Segundo Tempo“, primeiro projeto de vocês com a gravadora Universal Music que conta com a participação de alguns artistas. Como surgiu a ideia de convidar estes cantores para o novo trabalho?

CP: Na verdade, isso já é da necessidade de falar de uma forma mais “aberta”. A mensagem que a gente crê, a mensagem de Cristo, ela é uma mensagem sem fronteira. Então nós fomos sentindo as músicas e vendo com quem que elas combinariam e depois disso começamos a fazer os feats. A gente teve o César Menotti & Fabiano em uma música, que é puxada para o sertanejo.. Você pode observar que cada música realmente corresponde à característica do artístico de cada um dos convidados.

LB: Indo um pouco para o início de tudo: Como surgiu o seu chamado para esse ministério de louvor?

CP: Falando de mim, eu estava na Renascer Praise, banda de louvor que eu participava, estava fechando meu ciclo com a banda. Eu sabia que havia mais alguma coisa para viver, estava cheio de ideias, mas não conseguia expressar totalmente isso. Então eu entendi que era o momento de romper o ciclo para começar outro, quando então eu recebi o convite do Alex Passos, que é o idealizador do projeto Preto no Branco, e quando ele me falou que era com Eli Soares, Juninho Black e Weslei Santos, eu fiquei muito feliz, e foi uma junção perfeita!

LB: Ficamos sabendo através de vários sites sobre sua ida à um presídio em Belo Horizonte, onde você cantou algumas canções e mostrou em seus stories do Instagram. Para você, qual foi o momento mais emocionante lá dentro?

CP: O momento mais emocionante para mim foi quando vi lá um homem bem afeiçoado e expressivo. Eu fico até emocionado só de lembrar.. Eu falei assim para ele: “Cara, como você se sente aqui? Você é diferente, é o mais alegre de todos aqui! Vejo todo mundo tranquilo, quietinho, e você é o mais animado. É como se você nem estivesse nesse local.”

E ele me respondeu: “É porque eu encontrei caminho e aprendi que ainda que o corpo esteja preso, o espírito está livre! Eu estou aqui para pagar uma dívida com a sociedade, mas eu já estou vivendo a minha liberdade que vai chegar lá fora!”. Fora os outros momentos maravilhosos, musicais. Eles conheciam algumas músicas, cantamos canções de outros cantores gospeis também, foi bem marcante.

LB: Em relação à agenda de shows que muitas vezes é bem intensa, como é para você conciliar a vida como cantor com os momentos com a sua família? Consegue conciliar facilmente?

CP: Para mim é fácil demais, eu sou sozinho nesse mundo (risos). Por eu não ser casado, é muito tranquilo para mim, isso até me ajuda. Mas sei que para os outros ficar longe da família não é fácil. Meus pais moram lá na Bahia e eu aqui em São Paulo, então às vezes a saudade dá uma apertada, sinto falta da minha cidade também, mas é por um motivo mais nobre e real para a gente.

LB: O maior sucesso do grupo é a música “Ninguém Explica Deus” com a presença da cantora Gabriela Rocha. Como é a relação entre vocês e como surgiu a ideia de levá-la a este projeto?

CP: Primeiramente eu desejei muito cantar com ela! No dia em que escolhemos a música “Ninguém Explica Deus” para entrar no repertório, na verdade o repertório já estava fechado, então o Mauricio Soares fez uma “ponte” para que pudéssemos cantar com ela. Quando a Gabriela chegou no estúdio, o combinado era que ela cantasse a canção “O cego, A mulher e o Publicano”, ela faria a parte da Mulher e Eli Soares a parte do Publicano. Já estava tudo certo, começamos a ensaiar e do nada eu pensei nessa música (que era muito recente) e eu queria saber se dava tempo, mas estava meio receioso se eles iriam gostar ou não.

Daí eu falei: “Cara, tenho uma música aqui para mostrar a vocês, ela se chama Ninguém Explica Deus”, eles se interessaram em ouvir e pegaram o violão para que eu cantasse e tocasse. Comecei a cantar de olhos fechados (como de costume) e quando eu abri os olhos estavam todos chorando no estúdio e a Gabriela dizendo “Eu quero gravar essa, pelo amor de Deus!!!” (risos). E aí nós entendemos que era essa canção mesmo e funcionou perfeitamente. Foi muito especial a participação dela nessa música.

LB: Queremos saber: O que mais esperar de Preto no Branco para o ano de 2019? O que você pode nos adiantar?

CP: Como diz a música “Se Organize” (nossa nova música), a gente está de organizando para fazer um barulho no país, queremos levar aos quatro cantos do país muita música, muita arte na perspectiva daquilo que a gente acredita, que é a mensagem da cruz. Fazer com que as pessoas entendam que Jesus não é preconceituoso, levar a mensagem às pessoas que ainda não o conhecem.. Então a gente propõe isso através das músicas do Preto no Branco! Queremos fazer muitas participações com todos aqueles que quiserem junto com a gente levar essa mensagem!

PING PONG COM CLOVIS PINHO

Uma música que te emociona?
CP: Ninguém Explica Deus.

Uma palavra que represente o seu trabalho?
CP: Amor.

Uma inspiração?
CP: A vida de Jesus.

Uma palavra que defina o que Deus é em sua vida?
CP: Verdade.

Um artista que você gosta de escutar?
CP: Mali Music

Preto no Branco possui aproximadamente 3 milhões de inscritos em seu canal no Youtube, além de diversos vídeos de performances ao vivo de todos os sucessos do grupo. Confira aqui o canal da banda!

Ouça também seu novo EP “Segundo Tempo“, já disponível nas plataformas digitais e no YouTube!

Realização: Lara Cunha

Agradecimento: Universal Music

Avatar

Publicitária e Editora-Chefe do Latinos Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *