Precisamos falar sobre “SIE7E”, o EP da Danna Paola

 

Hoje é dia de quem é fã da mexicana Danna Paola comemorar. A cantora e atriz lançou nesta sexta-feira (17) seu novo projeto musical ‘SIE7E’. Sem produzir nenhum álbum de estúdio desde 2012, a estrela chega agora com um EP que tem tudo a ver com sua fase de amadurecimento profissional.

Antes de começar analisar o projeto fonográfico, é necessário fazer uma repescagem dos projetos anteriores que a estrela, conhecida desde sua infância por brilhar nas novelas da Televisa, apresentou ao seu público.

Em 2000, fez sua primeira novela, a infantil natalina Rayito de Luz, e no ano seguinte começou a cantar  ao interpretar ao lado do grupo Rabanitos Verdes a canção “María Belén”, tema da novela de mesmo nome que foi seu primeiro personagem como protagonista, e inclusive fez muito sucesso no Brasil, quando foi exibida pelo SBT.

O primeiro álbum, chamado Mi Globo Azul, teve seu lançamento em 2000 com direito a um VHS. Em 2004 foi a vez do público conhecer “Oceano”, que trazia algumas versões de canções da trilha sonora da novela “Amy, a menina da mochila azul” no qual também foi protagonista, e por fim, no ano seguinte, o lançamento de Chiquita Pero Picosa, o que vinha ser seu último álbum destinado mais ao público infantil.

Depois de todo esse caminho percorrido seus fãs conheceram em 2012 um projeto mais conceitual, que levava o nome da própria artista no título do CD. Produzido em Miami, Los Angeles e Ciudad de México, o álbum contou com composições de Paty CantúHa*Ash e Jesse & Joy, disponibilizado para compra no iTunes ocupando o Top 10 por mais de uma semana.

Mas deixa de enrolação, e vamos falar sobre o que a Danna Paola têm para nos apresentar em seu novo EP “SIE7E”. Seguindo a linha mais madura, a cantora que completa no próximo mês 24 anos mostra que deixou para trás o passado de estrela mirim e começa à entrar na mídia como nova promessa do pop latino.

O EP já abre com a faixa “Final feliz”, música que faz parte da trilha sonora da série de sucesso “Elite” da Netflix, no qual a mexicana interpreta  a provocante Lu. Na música a cantora já deixa evidente a mudança na sonoridade em relação aos seus trabalhos anteriores.

Na sequência conhecemos “Lo que no sabes”, uma excelente balada pop semelhante ao pop americano, que no caso serve como abertura para “Soo Good”, que vem no ritmo próximo de uma lambada sensual, cantada inteiramente em inglês, e ainda por cima ganhou uma versão remix com direito a participação do cantor HRVY, que só veio para engradecer ainda mais a faixa.

“Mala Fama” marca uma reviravolta interessante onde Danna Paola menciona sobre diferentes celebridades que já foram citadas em notas como seus supostos casos amorosos, sendo eles MalumaOzuna e Sebastián Yatra.

A próxima música fala sobre sua força, não é a toa que o título da canção é “Valiente”. Novamente o ritmo traz uma sensualidade, que é quebrada em seguida com “Dos Extraños”, uma música que não combina tanto com o material apresentado até aqui, mas que ainda assim se faz como um presente aos ouvidos. A introdução no piano é maravilhosa, a afinação e os falsete são espetaculares, e demonstram que o amadurecimento não foi só pessoal, mas também vocal.

Hoje a artista, que atualmente mora na Espanha se apresentará no centro Winzik em Madri, onde estará participando do concerto pop 40, sendo esta a sua primeira apresentação ao vivo no país, Sua fase não podia estar melhor, já que vem colocando o nome do México em um nível internacional tanto com seu trabalho como atriz, e também agora como cantora.

Ouça agora “SIE7E” e compartilhe com a gente qual é a sua faixa favorita.

 

Observação: A opinião é de total responsabilidade do redator e não do portal.

LEIA MAIS CRÍTICAS MUSICAIS:

11:11 – Maluma | Fantasía – Sebastian Yatra DM – Dulce Maria | Vida – Luis Fonsi | Quiero Volver – Tini Stoessel | Bum Bum Dale Dale – Maite Perroni | Mantra – Sebastian Yatra | Reggaetón | Loca – Maite Perroni

 

Comente quais álbuns ou música gostaria de ver na coluna ‘Precisamos falar sobre’, e porque.

 

 

Avatar

Formado em jornalismo, amante de séries e filmes. Ouvinte de música latina e sertaneja. Pacífico e observador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *