Pedro Capó fala de novidades para 2019 e possível vinda ao Brasil

Pedro Capó é músico, cantor, compositor e ator nascido em Porto Rico e também neto do cantor Bobby Capó. O pegou o violão ainda jovem e logo se tornou proficiente no instrumento, mais tarde tocando guitarra e se tornando a voz principal do grupo Marka Registrada.

Pedro residiu em Nova York, onde atuou em produções musicais, incluindo: A produção do Apollo Theatre de The Sweet Spot (Nova York) e a produção musical de Celia: A Vida e Música de Celia Cruz. Ele também estrelou os filmes Shut Up And Do It e Paraiso Travel, dirigido por Simón Brand e co-estrelado por John Leguizamo.

Em 2009, ele fez um dueto com a popular cantora mexicana Thalía, chamada “Estoy Enamorado”, de seu novo álbum Primera Fila, e outro dueto com o cantor porto-riquenho Kany García, chamado “Si Tu Me Lo Pides”.

Em 2017, Capó juntou-se a vários artistas como Jennifer Lopez, Gloria Estefan e Rita Moreno no “Almost Like Praying” de Lin-Manuel Miranda. Todos os rendimentos da música beneficiaram a Federação Hispânica e seus esforços para ajudar aqueles em Porto Rico afetados pelo furacão Maria.

Em 2018, depois de passar muito tempo na indústria de atuação, Capó voltou à música com um single chamado “Calma”. Depois que Farruko se juntou a ele para o remix, o videoclipe se tornou um enorme sucesso com mais de 785 milhões de visualizações no YouTube. O cantor também recebeu seu primeiro Grammy Latino de Melhor Longa-Metragem por “Pedro Capó: En Letra de Otro”.

Créditos: Divulgação

Confira abaixo a entrevista de Pedro Capó para o Latinos Brasil:

LB: Vimos toda a repercussão que teve seu single “Calma” com Farruko. Como foi receber a notícia de que essa faixa esteve entre as mais ouvidas em diversos lugares?

Pedro: Incrível! Agradecido aos fãs. Muito feliz! Na verdade não esperávamos este nível e êxito mundial. Mas que bonito e que alegria porque a música representa muitas coisas boas.

LB: Como surgiu a ideia da colaboração entre você e Farruko para a versão remix de “Calma” que acabou resultando em tanto sucesso?

Pedro: Eu não conhecia Farruko. Não nos conhecíamos. Eu havia lançado a versão original da canção e ele escutou e se conectou com a canção de uma maneira muito pessoal, como uma nostalgia do porto-riquenho que vive fora da ilha. A canção representa uma estampa de praia muito porto-riquenha. Ele me escreveu no Instagram e me disse que amava e tinha gostado muito da música. Então me perguntou o que eu achava sobre fazer um remix com ele, achei a ideia tremenda, sua composição artística foi muito bem sucedida, deu um frescor à música e também o impulso que deu essa música com sua plataforma.

Créditos: Divulgação

 LB: Com quais outros músicos você gostaria de fazer colaborações? Há algum artista brasileiro?

Pedro: Eu adoraria!! Sou um grande fã do Natirruts. Eu adoraria trabalhar com eles no Brasil. Eles fazem um trabalho espetacular e eu acho que eles são os melhores expoentes do reggae agora, além de ser um fã da música brasileira. As músicas são como o funk em espanhol, existem muitos artistas com os quais eu gostaria de colaborar. Eu sinto que primeiro você tem que trabalhar para a música e que as colaborações são para adicionar à música. São um belas e genuínas entre os artistas. Mas há muitos com quem eu gostaria de trabalhar.

LB: Quais são as suas inspirações para escrever suas músicas?

Pedro: Em geral, a vida em todas as suas facetas. Acredito que o meu trabalho como compositor é ser um comentarista da vida e acredito que encontramos os denominadores comuns de nossas emoções e lembramos que todos passamos pelo mesmo. A perda de um ser amado, o amor de muitas coisas, não só o casal, e a vida é o que me inspira é escrever.

LB: Vimos que você morou em Nova York. Para você, como foi a experiência de morar lá e qual a importância desta cidade para a sua carreira?

Pedro: Para mim, Nova York é super importante eu sinto que é onde eu fiz minha formação como músico. Fiz teatro musical. Lá fui a muitos bares onde trabalhei com muitos músicos e isso me ajudou a encontrar meus sons pouco a pouco. Nova York é uma cidade conhecida por sua mistura de cultura, é muito rico para o trabalho de um artista.

Créditos: Divulgação

LB: Você já atuou em diversas situações. Você pensa em retornar ou seguir a carreia de ator também?

Pedro: Em algum momento, sim, já se tornou parte da minha paixão e da minha vida, tornou-se uma paixão que falei em Nova York por alguns anos e em algum momento voltarei, sinto que o papel certo que pode vir com dignidade, mas tudo que está acontecendo com calma. Nós estamos muito felizes e também queremos aproveitar esse momento e aproveitar a oportunidade também. Então eu sinto que é hora de focar na música.

LB: Seu último álbum “En Letra de Oro” foi lançado há mais de um ano. Você já está trabalhando em um novo projeto musical?

Pedro: Nós temos um projeto super divertido onde eu trabalhei músicas que eram icônicas no pop latino nos anos 80 e 90 e fomos premiados com o melhor documentário e eu quero trabalhar em uma produção digital onde  “Calma” será o primeiro single. Já para Maio, teremos novos singles que farão parte com “Calma” no novo vídeo.

LB: O que podemos esperar de Pedro Capó para 2019? Muitos singles, shows e colaborações?

Pedro: Um pouco de tudo. Espero poder ir ao Brasil muito em breve porque estou morrendo de vontade de ir ao Brasil há muitos anos. Espero poder viajar no final do ano compartilhando música ao vivo. Vem o novo single, vem o álbum, vem a turnê e agora estamos nos concentrando em conectar com todos os países, cada vez mais com a ilusão de chegar e tocar ao vivo.

Créditos: Divulgação

PING PONG LB

LB: Um Sonho?

Pedro: Cantar

LB: Uma Música?

Pedro: Calma

LB: Um País?

Pedro: Brasil

LB: Uma qualidade?

Pedro: Honestidade

LB: Um defeito?

Pedro: Impaciência

LB: Uma música que não pode faltar na sua playlist?

Pedro: Jammin-Bob Marley

LB: O que seus fãs são para você?

Pedro: Tudo! Família.

Assista ao videoclipe de “Calma”, colaboração de Pedro Capó e Farruko:

Entrevista realizada por: Gabriela Perez

Agradecimento: Sony Music

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *