Gente de Zona lança novo disco intitulado “Otra Cosa”

Gente de Zona lançou, na sexta-feira (24), mais um projeto discográfico de sua carreira. “Otra Cosa” chegou com tudo no mercado musical, com várias colaborações, inclusive de um brasileiro: Gusttavo Lima.

A proposta do duo cubano continua em ter como objetivo levantar o ânimo de seus ouvintes e, mais uma vez, acertaram em cheio. Músicas que fazem qualquer um querer balançar o quadril e se divertir com esse ritmo latino que a gente tanto ama.

Além de Gusttavo Lima, “Otra Cosa” tem ainda a participação de outros grandes nomes da música: “Gilberto Santa Rosa“, “Zion y Lennox“, “Silvestre Dandong“, “Franco de Vita“, “Mau y Ricky“, “Kelvis Ochoa“, “Ana Mena“, “El Chacal“, “El Micha” e “Farina

Das 16 faixas de “Otra Cosa“, treze são inéditas e as outras três são versões alternativas de músicas já conhecidas pelo público do duo, que estava sem um novo disco de Gente de Zona desde 2016, quando lançaram “Visualízate“, que fizeram deles ganhadores do Latin Grammy na categoria de melhor fusão tropical.

O duo que começou no rap, no decorrer de sua carreira já experimentou vários estilos musicais, sons e ritmos de origem latina, e isso tem levado Randy Malcom y Alexander Delgado a outros níveis da música, mas, principalmente, a colaborar em canções com diversos artistas.

E uma das colaborações mais famosas é a que aconteceu com Enrique Iglesias, em 2014, na música Bailando, que foi um sucesso mundial e até ganhou uma versão em português.

Há um ano, Alexander concedeu uma entrevista ao Diario Las Américas e disse o porque do disco ter esse nome:

“Nós somos diferentes, temos uma sonoridade distinta, não fazemos o que todo mundo está acostumado a fazer. Acredito que se olham o que está acontecendo agora com a música latina, Gente de Zona é “otra cosa”, por isso colocamos esse nome ao nosso disco. As colaborações foram a chave principal no nosso sucesso. E não é que nos afastamos da nossa querida Cuba, sim que simplesmente estamos trabalhando para diferentes tipos de públicos, não somente para o cubano”.

Ouça, Otras Cosas:

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *