Luan Santana lança a ‘Turnê VIVA’ no RJ

VIVA! Finalmente foi dado o start no mais novo projeto de Luan Santana, a Turnê VIVA, na noite do último sábado (7) no Rio de Janeiro. Fruto da gravação em Salvador, a Turnê VIVA finalmente cai na estrada, tendo seu segundo show hoje, em Macuco/RJ. Depois de muitos anos o Rio de Janeiro foi contemplado  por Luan com a estreia oficial de VIVA, posto esse que até então sempre foi da Terra da Garoa, SP.

Para falarmos melhor sobre a Turnê VIVA, vamos voltar pra Salvador, para o maior projeto da carreira de Luan. Gravado em maio, na Arena Fontenova, VIVA contou com uma super estrutura de palco, iluminação e tecnologias. Com estruturas móveis, efeitos pirotécnicos e uma mensagem muito especial, esse é um dos projetos que mais faz Luan voltar as suas origens: o amor em forma de música. 

Com ingressos esgotados, o KM de Vantagens Hall ficou lotado para receber a estreia de VIVA | Foto: Michelle Felippelli – Todos os Direitos Reservados!

Depois de alguns lançamentos não muito favoráveis a sua carreira e de uma época nada boa onde ele resolveu se aventurar da ‘costela de adão‘ ao ‘filé-mingnon‘, Luan voltou a acertar a mão com um repertório vasto de composições feitas na medida para seu público e para um público carente de música bem sertaneja, daquelas de cantar a plenos pulmões e com todo o apelo emocional característico do gênero. Um projeto que entrou pra história de Luan, uma aposta arriscada e que obteve muito êxito em seu primeiro single lançado: ‘Quando a Bad bater‘, música que lidera as mais ouvidas nas rádios e nos streamings desde seu lançamento em junho deste ano. A mensagem é clara: viva o amor, viva os momentos, viva com intensidade, se permita viver o que realmente importa.

“Cada vez mais a gente precisa parar para pensar um pouco no que realmente tem valor. Foi a partir desse pensamento que idealizei o ‘Viva’.” (Luan, em entrevista ao Altas Horas)

Com um pouco mais de meia hora de atraso, o show iniciou com uma narração na voz de Luan, trazendo uma mensagem bem humana, bem intensa e reflexiva: aproveite os pequenos momentos da vida, dê amor a quem mais precisa, coma mais brigadeiro, ria mais, esteja com seus amigos e família: VIVA o real, o momento. Com um pouco mais de 1h de duração, o show de lançamento da Turnê VIVA foi marcado por ingressos esgotados, fãs fervorosos e muito calor humano, muita intensidade.

Luan Santana durante o show de lançamento da Turnê VIVA, no RJ | Foto: Michelle Felippelli – Todos os Direitos Reservados!

Luan irradiava felicidade, os fãs exalavam euforia e todos juntos cumpriram muito bem o propósito de viver o momento. Vingança, música em parceria com MC Kekel e parte do Projeto Live-Móvel, foi a responsável por abrir a noite, seguida por Quando a Bad Bater.

Pirotecnia, fumaças e explosões de faíscas ajudaram a cenografia a chegar em uma versão compacta do grandioso palco de Salvador e, infelizmente, acabaram deixando de fora qualquer adaptação do pescoço/crânio do ser híbrido que se mexia durante o show de origem da Turnê VIVA (o que seria algo que deixaria mais especial ainda a cenografia, em nossa humilde opinião, mas que não compromete no resultado final do espetáculo).

Luan Santana durante o show de lançamento da Turnê VIVA, no RJ | Foto: Michelle Felippelli – Todos os Direitos Reservados!

Uma setlist que mesclava os principais sucessos de Luan com as novas músicas, que iam de ‘Choque Térmico’ até ‘Meteoro’ (clássico que diz, né?), porém – na opinião de diversos fã-clubes – alguns hinos foram injustiçados e ficaram de fora, como foi o caso de “Tática Infalível”, “Princesa não levanta”, “Flores, Amor e Pudim” e “Puxando o Rodo“; não da pra agradar a todos, né?

Um dos momentos mais aclamados foi o medley das mais antigas e o momento onde Luan senta ao piano e começa a tocar e cantar “Te Esperando”, um dos grandes sucessos de sua carreira. Imprevistos acontecem e infelizmente não foi dessa vez nesse show: uma grande estrutura foi montada, tal como a de Salvador, para que o palco principal viesse a frente, ficando por cima do público, o que não aconteceu.. infelizmente. Seria lindo demais ver o mar de luzes das pulseiras (distribuídas ao público) piscando sincronizadas enquanto o palco se movia por cima da plateia. Não foi dessa vez, mas esperamos que tudo dê certo nos próximos shows!

Veja também:
Luan se apresenta com a Live-Móvel pela primeira vez em Itaboraí/RJ

Entre uma troca de roupa, um DJ com capacete sobre ao palco e lança um mix de músicas mais antigas, findando seu set com Pais e Filhos, do Legião Urbana. Uma volta ao palco e Luan volta as raízes do Sertanejo, cantando alguns modões antigos em homenagem a Zezé Di Camargo e Luciano e outros nomes, sendo prontamente acompanhado pelo público, que por sinal fez muito bonito durante todo o show.

Luan atendendo a imprensa após o show de lançamento da Turnê VIVA, no RJ | Foto: Michelle Felippelli – Todos os Direitos Reservados!

VIVA foi feito para viver em todos os aspectos: para curtir como se não houvesse amanhã, para cantar a todos os pulmões, para dançar o que der na telha, para amar e exaltar o artista completo que Luan vem se tornando ao longo dos anos em sua carreira. VIVA tem amor, tem paixão, tem muita dedicação e tem mensagem, propósito. Em tempos de guerra, VIVA traz amor. Em tempos onde o ódio é disseminado, VIVA semeia o amor. Vale a pena viver esse momento e se permitir ser viralizado pelo amor e por essa mensagem linda que Luan traz junto com VIVA. #ViralizeOAmor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *