Lary fala sobre seu mais novo EP “Um Quarto” e seus projetos futuros

Lary, a nova aposta para o ano de 2019, lançou recentemente seu primeiro EP “Um Quarto“, de 4 que ainda estão por vir. Com a mistura de pop, funk e R&P, o projeto possui 3 faixas, sendo elas ‘Vício’, ‘Ressaca’ e ‘Mapa Astral’, que é uma parceria com o grupo 3030, ultrapassando a marca de 1 milhão de visualizações no YouTube.

A carioca recebeu o Latinos Brasil no evento Funcast para falar um pouco sobre seu novo projeto, contou algumas de suas novidades e até próximos lançamentos.

Foto: Karla Sthéfany

CONFIRA A ENTREVISTA DE LARY PARA O LB:

LB: Você lançou o “Um Quarto”, que é um novo trabalho liberado inicialmente com 3 faixas. Como foi feito o planejamento dele? Haverá clipe de todas as faixas?

LARY: Lançamos o EP com a ideia de dar continuidade, uma sequência de mais EP’s. Sempre tive a vontade de lançar um álbum e nós vinhamos conversando sobre isso, sobre lançar um álbum, mas não sabíamos se era o momento certo para lançar realmente um álbum com 10/12 faixas e o mercado está mudando constantemente e sentimos a necessidade de fazer uma coisa diferente. Surgiu a ideia de fazer um álbum dividido em EP’s, ir soltando aos poucos, eu acho que isso gera mais curiosidade e expectativa nas pessoas, e colocamos para frente esse ideia, e começamos com “Um Quarto”, que é o primeiro dos 4 EP’S. Escolhemos o cenário de Um Quarto mesmo para fazer a brincadeira com as palavras e toda essa identidade visual, até mesmo pelas músicas serem mais sensuais e remeteram a isso.

LB: Vimos que você gosta bastante de compor as músicas. Como foi esse período de composição e da escolha de faixas que seriam lançadas nesse novo projeto?

LARY: Eu costumo escrever bastante, temos muitas composições guardadas, então o processo de escolha foi algo trabalhoso, mas é algo bom, quando temos muitas opções é um problema bom de se resolver, e ‘Mapa Astral’, que foi a primeira música lançada do EP, com 3030, era inicialmente uma música minha e então levei para eles e curtiram muito, resolveram escrever a parte deles e foi aí que surgiu a parceria, no mesmo dia gravamos a voz, foi finalizada porque fluiu e era para acontecer.

As outras músicas também são composições minhas, ‘Ressaca’ por exemplo, é totalmente feita por mim e ‘Vício’ é uma composição minha, com a Pri Lemgruber, Ruxell, Pablo Bispo e Sérgio Santos. Eu gosto de escrever, acredito muito que quando a gente escreve, é com muita mais propriedade, nossa verdade e a essência.

LB: Atualmente, estamos tendo uma variedade de línguas em uma única música, você já pensou em gravar algo em outro idioma?

LARY: Tenho sim esse projeto em mente, porém, mais para frente, acho que agora eu tenho muito ainda que trabalhar na língua portuguesa, mas acho que todos os artistas almejam um “pézinho” lá fora, começar uma carreira internacional e eu estou muito aberta para qualquer tipo de oportunidade que surge para eu vir fazer esse tipo de trabalho.

LB: As 3 faixas conseguem ter relação e conexão ‘Mapa Astral’, ‘Vício’ e ‘Ressaca’, ao mesmo tempo que é romântico, ele é sensual. Como foi a composição de cada uma, situações vividas, inspirações?

LARY: Mapa Astral surgiu de uma foto que vi no Instagram, de uma digital influencer que postou foto com seu namorado, dizendo que ela não precisava dele mas que era feliz com ele, uma ideia de amor consciente, que não preciso de você para ser feliz mas que te quero do meu lado para somar e eu achei incrível, quis muito fazer uma música com esse tema.
‘Vício’ é uma música que existe há muito tempo, talvez há 2 anos atrás que escrevemos, antes de ‘Vibe de Prazer’, foi uma música sensual que não escrevi para ninguém.

‘Ressaca’ eu acho que é mais inspirada na minha vida, por falar “desta água não beberei mais”, a gente bebe muito e acorda no dia seguinte acorda pensando “fiz besteira”, “credo que delícia” hahah.

LB: Atualmente, está acontecendo uma grande colaboração de artistas de todo o mundo, brasileiro gravando com americano, americano gravando com latino… Gostaríamos de saber se você tem uma colaboração em mente, quem sabe ainda para este ano?

LARY: Tem muitos artistas que tenho vontade de de fazer colaboração, ainda mais pelo momento que estou vivendo na música, essa fase de me redescobrir, de fazer um som diferente do que já fazia. Sinto muita vontade de fazer parceria com Lucas Carlos, Clau, Cynthia Luz, Oriente, Marília Mendonça, que por mais que não seja do meio POP, tenho muita vontade.

Gravamos um PING PONG com a Lary, que está disponível em nosso Instagram Stories e nos Destaques. Clique aqui para conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *