Jaime Camil é o artista da semana no Latinos Brasil

Em clima de Copa do Mundo, o #EspecialLB foi baseado no duelo desta segunda-feira entre Brasil x México. Em votação no Twitter, quem venceu a enquete desta semana com 77% dos votos foi o galã Jaime Camil.

Jaime Federico Said Camil Saldanha da Gama nasceu na Cidade do México em 22 de Julho de 1973. É ator, cantor, compositor, apresentador, diretor, produtor e ex-locutor de rádio. Filho de um empresário mexicano e uma artista plástica brasileira, o artista tem dupla nacionalidade, mexicano e brasileiro. Além da sua língua materna, o espanhol, o galã fala fluentemente o português, inglês e francês.

Camil é casado com a apresentadora, colunista e ex-modelo mexicana Heidi Balvanera e com ela têm dois filhos, Helena e Jaime Camil III, com sete e três anos, respectivamente. Atualmente, está no ar pela série Jane, the Virgin, no papel de Rogelio La Vega. A produção é exibida pelo canal americano The CW e também está no ar no Netflix.

Quando tinha cinco anos, os pais de Jaime se divorciaram. O artista se dividiu entre a casa da mãe e do pai até completar doze anos, quando optou por viver com o pai e a nova família constituída por ele. Jaime cursou Administração de Empresas na Universidade de Anáuhac, tentou seguir na carreira, mas aos 20 anos, largou a administração e ingressou na vida artística.

Sua carreira começou em 1993, como locutor de uma rádio mexicana, a Radioactivo 98,5. Dois anos depois, surgiu uma oportunidade na emissora mexicana, a  TV Azteca, em que ele foi apresentador dos programas El Show de Jaime Camil, um programa de entrevistas, e no ano seguinte, em 1996, apresentou Qué Nochecita con Jaime Camil, um programa de calouros.

No ano de 1997, Jaime Camil debutou no cinema como protagnista do filme Delfines, uma produção independente dirigida por Daniel Baños.

Seus passos na música iniciou-se em 1999, quando lançou seu álbum Para Estar Contigo. Com o disco, o artista percorreu pelo México, América do Sul e Estados Unidos, realizando mais de 250 apresentações. Além desse álbum, Camil em 2001 lançou mais um disco, intitulado de Una Vez Más, mas o material não obteve o sucesso esperado, e então, Jaime resolveu dar uma parada na carreira musical. Em 2008, ele gravou mais um álbum, intitulado Vol.3.

O artista ingressou às telenovelas em 2000, em Mi Destino Eres Tú, exibida e produzida pela Televisa. Na obra, ele contracenou com Lucero e Jorge Salinas, e fez o papel do galã Mauricio, um dos personagens que lutavam pelo amor da personagem de Lucero.  Em 2004, protagonizou a novela Mujer de Madera, também pela Televisa, ao lado das atrizes Edith González, Ana Patrícia Rojo e o ator Gabriel Soto. Na obra, ele interpretou César Linares.

Em 2006, Jaime foi escolhido pela produtora Rosy Ocampo, para protagonizar uma adaptação da novela colombiana Yo soy Betty, la Fea, ao lado da atriz Angélica Vale. Recebeu o papel para interpretar o empresário Fernando Mendiola. A produção, que ganhou o nome de La Fea Más Bella, foi transmitida pela Televisa por um ano e dois meses e obteve um grande sucesso no México e também em outros países. O papel alavancou a carreira do ator, não só no seu país de origem, como também em outros países onde a novela foi exibida.  No Brasil, a trama ficou conhecida como A Feia mais Bela, e foi exibida pelo SBT, em 20 de março de 2006, quase dois meses após o seu início no México. Por esse trabalho,  Camil foi indicado ao Prêmio TVyNovelas de “Melhor Ator” e ganhou o Prêmio Bravo pela mesma categoria. Na época,  Jaime declarou: “Sou um Jaime Camil antes de A Feia mais Bela e um Jaime Camil depois de A Feia mais Bela.”

Após o grande sucesso que obteve com La Fea Más Bella,  o ator passou a ter preferências por atuar em novelas cômicas e em 2008, Camil volta a televisão na novela  Las Tontas No Van al Cielo, exibida pela Televisa, com a atriz Jacqueline Bracamontes e Valentino Lanus, interpretando o cirurgião plástico Santiago. No Brasil, a novela foi exibida em 2010, pelo SBT, com o nome As Tontas não vão para o Céu.

Em 2012, Camil obteve destaque mais uma vez, protagonizando a novela cômica Por Ella… soy Eva, pela Televisa, mais uma vez. Ao lado de Lucero, o ator mostrou sua versatilidade ao protagonizar uma mulher. Seu personagem, Juan Carlos Caballero, era um executivo bem-sucedido, mulherengo e machista que passa a se disfarçar de mulher: a viúva e feminista Eva. Jaime também gravou toda a trilha sonora da trama, inclusive a música tema. No Brasil, a trama foi exibida entre dezembro de 2013 e maio de 2014 no período da tarde, também pelo SBT.

No final de 2013, Camil retorna a televisão protagonizando a novela  Qué Pobres Tan Ricos, sua quarta novela cômica, ao lado de Zuria Vega, Mark Tacher, Natasha Duperyrón, Silvia Pasquel e Ingrid Martz. Na trama, ele faz o papel do milionário empresário Miguel Ángel. A novela será exibida pelo SBT a partir de julho, substituindo Coração Indomável.

Seu pontapé  no cinema, como dito anteriormente, foi 1997, no filme Delfines. Depois disso, em 2004, ele atuou em Mariana Made in Tepito, Puños Rosas e Zapata: El Sueño del Héroe. Em 2005, fez Volver, Volver e 7 Días. No ano de 2006, atuou em  I Love Miami e emprestou sua voz, para a dublagem em espanhol, do personagem Elliot, em Open Seassion. No ano seguinte, fez o mesmo em Bee Movie: foi a voz do Barry.

Em 2008, foi a vez de Todo Incluido. Já em 2009, emprestou sua voz, mais uma vez, para Tambo Macaw, no filme El Agente 00- P2. Atuou na produção de Recién Cazado. No ano seguinte, fez Regresa. Em 2011, foi a vez de Salvando al Soldado Pérez. Já no ano de 2012, foram duas produções: El Cielo en Tu Mirada e Chiapas, el corazón del Café. Zero Hour, 200 Cartas e Pulling Strings foram os filmes feitos por Camil em 2013. Em Elsa & Fred, produção do ano de 2014, Jaime fez uma participação especial. Já em 2015, as obras que ele participou foram Las Árboles Mueren de PiéClipeado e Maurice e Modisto de Señoras.

Jaime Camil também tem uma carreira consolidada no Teatro. O artista começou na sétima arte em 2004, na peça Amor sin Barreras, onde ganhou o prêmio Palma de Oro de Melhor Ator em um musical, com o seu personagem Bernardo. Em 2005, atuou na peça Los Reys del Mambo, na pele de Nestor Castillo. Já em 2007, fez o papel do Capitão Gancho no Peter Pan: El Musical. No mesmo ano, contracenou na peça El Diluvio Que Viene, no papel de Padre Silvestre, na qual recebeu o Prêmio Águia de Oro de Melhor Ator de Comédia, Em 2008, foi o Gênio no musical Aladino: El Musical de los 3 deseos.

Como apresentador, o brasilo-mexicano já esteve  frente dos programas Operación Triunfo: México, em 2002Prêmio Juventud, nos anos de 2005 e 2006Prêmio Fox Sports, em 2006 e 2008Aventura por México, no ano 2009El Gran Mexicano, em 2010El Gran Show,  2010/2011Prêmio Lo Nuestro em 2011 e por fim,  Kids Choice Awards México em 2012/2013.

Sobre a vida amorosa do galã, apesar de hoje estar casado, Camil já teve um relacionamento com Thalia e as atrizes, também mexicanas, Adriana Lavt e Ilithya Manzanilla. Não negando sua origem brasileira, Jaime namorou por seis meses, no ano de 2003,  a modelo, atriz e apresentadora Adriane Galisteu.

Com Heidi Balvanera, o ator  vive um relacionamento desde 2006. Oficializaram a união, no civil, em novembro de 2012 e desde 2013 se dividem, junto com os filhos, entre a Cidade do México e Los Angeles.

Aqui termina mais um #EspecialLB. Não deixe de compartilhar e ficar de olho nas nossas redes sociais, pois sempre é feita uma nova enquete cheia de artistas especiais para serem escolhidos por vocês e homenageados aqui.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *