A atriz Lisandra Cortez, que viveu Laura em Amigas e Rivais em 2007, e a personagem Maria Cecília na versão de 2013 da novela “Chiquititas‘ no SBT, atualmente encontra-se dando vida a antipática Débora Pavão em “As aventuras de Poliana“, da mesma emissora.

A trama vem fazendo um gigantesco sucesso no canal do Silvio Santos, quebrando recorde de audiência, e reunindo na sala não só as crianças, mas a família toda. O folhetim é uma adaptação do livro de literatura estrangeira “Pollyana”, da autora Eleanor H. Porter, que ganha uma versão moderna para TV pelas mãos de Íris Abravannel.

Agora esqueçam a imagem que Lisandra passou na pele de suas personagens anteriores, pois  agora como Débora, temos uma rígida professora de dança, que embora trabalhe com crianças, ela não possui paciência  suficiente com elas. Além de explosiva e falsa, é dissimulada e vai fazer a protagonista, e  sua tia Luísa, passarem por muitos problemas.

Conversamos um pouco com a atriz, que nos contou algumas curiosidades, como sua preparação para a nova personagem, e outros assuntos. Confira:

Latinos Brasil: Esta é sua 3° novela no SBT, sendo ela a 2° pro núcleo infantil. Diferente das anteriores, agora você está fazendo o papel de antagonista. Como foi a preparação para dar vida a Débora?

Lisandra Cortez: Toda vez que recebo uma nova personagem procuro ler tudo de forma neutra e ir descobrindo aos poucos quais são os “motivos” daquela personagem, começo me preparando assim; em um segundo momento faço algumas aulas com o meu preparador para então ir aprofundando no universo da personagem. Para dar vida a Débora, além de muitas referências de Ballet, assisti algumas séries adolescentes e filmes infantis que tem vilãs bem caracterizadas como “Once Upon a Time“, “Glee“, “Violetta“, “Malévola“, e a partir daí, vou equilibrando todas essas referências e definindo um caminho para a personagem.

LB: Fez algum laboratório para viver uma professora de ballet?

LC: Já fazia aulas de ballet, intensifiquei as minhas aulas de dança e comecei a acompanhar alguns canais de ballet no Youtube, o da Cia New York City Ballet, por exemplo, para entender a disciplina e postura dos professores.

LB: Antes de saber que faria parte desta nova novela, você conhecia o livro no qual a trama foi adaptada?

LC:  Conhecia, sim. Foi uma leitura que fiz na época da escola.

LB: As aventuras de Poliana tem sido bem recebida pelo público. Como está sendo fazer parte de uma produção tão grande quanto esta, que quebrou recorde de audiência da emissora?

LC: Eu estou bem feliz em fazer parte deste projeto do SBT, que é uma emissora deliciosa de se trabalhar, não é à toa que estou na minha terceira novela na casa. Estou muito feliz pelo SBT e muito feliz por mim também, pela chance de trabalhar com um elenco tão talentoso, fazendo essa personagem que apesar de muito diferente de mim, é uma bailarina (que era o meu sonho de criança), enfim, tô me realizando através da Débora. Acho que esse sucesso na audiência é reflexo da junção de um ótimo roteiro, com um elenco afiado e de pessoas legais, alto astral.

LB: Pelos vídeos que costuma publicar no storie de seu Instagram, e também nas fotos das redes dá para notar que sua relação com as crianças é bem diferente das que temos visto você como Débora. Como são os bastidores da novela?

LC: Tá uma delícia! Uma turma boa demais! Estamos sempre juntos, passando o texto, conversando, rindo, saímos juntos, estamos bem grudadinhos e com as crianças é só amor, tem um clima muito gostoso de amizade e parceria nos bastidores.

LB: A mensagem transmitida por esta nova produção, principalmente por meio da protagonista vivida por Sophia Valverde,  é a importância o jogo do contente, que nada mais é do que ver o lado positivo de todas as coisas. Você tem jogado este jogo? Se sim, que exemplo pode nos dar?

LC: Eu sempre tive uma tendência a ser bem otimista. Não chamava de “Jogo do Contente” mas a essência desse jogo, que é procurar pelo lado positivo em todas as situações que acontece em nossas vidas, é uma coisa que sempre fiz. Sempre acho que por pior que possa parecer algo que nos aconteceu, tem uma razão de ser. Um exemplo que posso dar, é que recentemente me machuquei, cortei a minha boca numa brincadeira com uma amiga na praia e tive que ficar inclusive alguns dias sem gravar; ao invés de ficar muito nervosa e com medo de ficar com uma cicatriz eterna, eu percebi que nada acontece por acaso: esse acontecimento me ensinou a ser mais cuidadosa comigo, a perceber quando estou sendo impulsiva e me fez lembrar o quanto eu devo agradecer pela minha saúde.

LB: Em Chiquititas, quando viveu a Maria Cecília, seu par romântico na novela, foi o Tobias, interpretado pelo ator Pedro Lemos. Logo o namoro saiu da ficção e foi para a vida real, o que causou a alegria dos fãs do casal. Em as Aventuras de Poliana vocês dois voltam a trabalhar na mesma produção, porém em núcleos distintos. Você sente falta de contracenar diretamente com ele? Como foi quando receberam a informação que iriam trabalhar na mesma novela outra vez?

LC: Contracenar com o Pedro é sempre uma delícia. Ele é um ótimo ator, divertido e muito generoso. Quando recebemos a notícia que trabalharíamos juntos novamente ficamos muito felizes! Não estamos juntos, mas somos muito amigos e torcemos muito um pelo outro de verdade!

LB Por falar em Chiquititas, ela atualmente está sendo reprisada, logo após as aventuras de Poliana, inclusive você já compartilhou no storie do Instagram assistindo a novela. Do que mais sente falta?

LC: Eu tive a sorte de fazer bons amigos em todos os trabalhos que fiz. Quando assisto Chiquititas o que mais sinto falta é do dia- a dia, da rotina com aquela turma. Manuela Do Monte, Naiumi Goldoni e Milena Ferrari, são minhas amigas até hoje.

LB: Agora mudando um pouco do assunto. O SBT sempre foi a emissora que exibiu diversos folhetins latinos, assim como também reproduz algumas histórias em formato de remakes. Você fez uma delas, que foi a novela Amigas e Rivais. Você chegou a acompanhar alguma produção da televisa? Tinha alguma favorita?

LC: Eu adorava a versão original de “Amigas e Rivais”, assisti na época que passou, sem ter idéia que um dia participaria do remake, coisas da vida…

LB: Para encerrar, nosso portal tem um foco em especial aos artistas latinos. Tem algum que você tenha uma certa admiração especial? Seja ele da área da atuação ou na música.

Lisandra Cortez: Adoro o Gael Garcia

Ping-pong Latinos Brasil:

 Maria Cecília ou Débora? Maria Cecília
Uma atriz com quem gostaria de contracenar: 
Alice Braga
Um ator: 
Gael Garcia
As aventuras de Poliana em uma palavra: Amizade
Pra você o qual é o melhor lado bom da vida? 
O lado bom da vida é poder fazer aquilo que se ama e as relações que a gente constrói por onde passa. Pessoas pelas quais torcemos e que torcem pela gente, boas amizades são como faróis nas nossas vidas. Ter amigos, é o lado bom da vida para mim
Uma série: 
Stranger Things
Uma novela que marcou sua infância: 
Carrossel

As aventuras de Poliana é exibida de segunda a sexta no SBT as 20h30, e aos sábados, no mesmo horário, você pode conferir o resumo da semana.