Em bate papo exclusivo, Fe Ribeiro apresenta novo álbum ao Latinos Brasil

 

Prepare-se para conhecer o novo álbum do cantor Fe Ribeiro, que além de um som incrível, traz algumas participações especiais. Conversamos um pouco com o artista que nos contou algumas curiosidades e garantiu que virá novas surpresas em breve.

O jovem  é uma promessa pro mercado fonográfico. Cantor, compositor e produtor musical, Fe Ribeiro tirou recentemente um sonho antigo da gaveta e criou o seu próprio selo, A 7773, que além de uma conquista de anos trabalhados como artista independente, também é o título do novo álbum

Outro lançamento que promete ser hit é o videoclipe ‘Sexta-Feira’, que é um feat gravado com o cantor o Mc Dede. Composta por Fe Ribeiro, Mc Dede e com o beat de Caio Passos, a trap funk “Sexta-feira” é umas das grandes apostas de Fe e do seu selo.

Confira nosso bate papo com o artista:

Latinos Brasil – Você acaba de lançar seu novo álbum ‘7773’, que está cheio de participações especiais. Como foi feita a seleção dos artistas que estão somando neste projeto, e como foi escolher a música para cada um deles?

Fe Ribeiro – São amigos de longa data e novos parceiros que a música me trouxe. As sessões no estúdio renderam essas produções. Fizemos tudo na hora.

LB – Teve algum cantor que ficou de fora, mas que você gostaria muito que tivesse participado deste, mas que possivelmente ficará para um próximo álbum?

FR – Tem sim! Mas vou deixar no sigilo pra vocês ficarem curiosos e acompanharem haha. Tá vindo muuuuuuita música boa!!

LB – Sobre as faixas, todas elas são composições próprias? Quais são suas inspirações?

FR – Todas. Sem exceção. Eu escrevo tudo. São vivências, experiências que eu já passei, histórias… real life 🤣🏼

LB – Quando foi que você percebeu que queria viver de música? Quais foram suas influências?

FR – Quando me apresentei no NoCapricho em 2010. Minhas maiores influências são CBJR e Mac Miller.

LB – Antes do lançamento do álbum, como qualquer artista, você deve ter tido várias expectativas. Agora, depois de lançado, como a galera está reagindo? Suas expectativas foram alcançadas? Nos conte como é sua relação com os fãs.

FR – Estou muito feliz com a repercussão do álbum! Várias mídias falando sobre, vários influenciadores e outros artistas comentando e ouvindo as músicas… e os fãs receberam muito bem o álbum! Muitas mensagens de pessoas curtindo o novo estilo do meu trabalho! ️🏼

LB – Pra quem está te conhecendo agora, como você apresenta o “7773”, qual é o significado por trás dessa numeração, que também é o nome do seu selo independente, a 7773 Music?

FR – Eu me interesso muito por astrologia e numerologia. Além do 7 e do 3 estarem no meu mapa numerológico, o 7 é o número da grande espiritualidade (outra parada na qual sou muito ligado) e o 3 representa a unidade. Obviamente que tem mais coisas e representa outras coisas também, mas a princípio é uma ideologia, é um estilo de vida.

LB – Esse canal próprio, não só vai divulgar os seus projetos, mas também vai lançar de outros artistas. Já tem algum nome que você pode adiantar para os fãs? O que o público pode esperar?

FR – Mc Dede, Denis Pinhoti, Pedro Negrini, Don Pixote, e já foi lançado uma produção nossa para o Filipe Ret (Louco Pra Voltar 2.0).

LB – Já que estamos falando do canal, não tem como deixar de mencionar o videoclipe recém lançado “Sexta-Feira”, que conta com a participação do Mc Dede. Como foi gravar com ele? Tem alguma história curiosa de bastidores pra dividir com a gente?

FR – Conheci o Mc Dede num lounge na zona leste (ele nem lembra haha) e aí, por consciência, fomos apresentados novamente pelo meu parceiro DJ Milk, que quando viu que eu estava produzindo umas paradas de TRAP FUNK, pensou imediatamente em chamá-lo pra um feat. Pirei na ideia, Dede colou e fizemos esse HIT.  Ele é um dos caras mais engraçados que eu conheço hahaha. Sangue bom, humildade total! 

LB – A vertente do trap tem dominado as paradas em várias partes do mundo. No Brasil mesmo temos o exemplo do Matuê, que bateu 15 milhões de acessos com “Anos Luz”. Sabemos que você é fã dele, mas quem além de Matuê quem você acompanha neste cenário e recomenda para quem está conhecendo este movimento?

FR – Do cenário atual, recomendar, eu recomendo só ele mesmo. Ele canta o que vive, é uma pessoa foda, super gente boa e talentosa, além de ter me tratado super bem todas as vezes que trombei ele. 

LB – Seu som passeia por outros estilos também, como o funk e o pop. O que você mais você ouve?

FR – Eu ouço mais TRAP e Hip Hop no dia a dia. Mas sempre tem um CBJR nas playlists. 

LB – Nosso site, além de artistas brasileiros, também acompanha muito o cenário de cantores de língua hispânica. Tem algum artista da música latina que você gosta?

FR –  Bad Bunny, PJ Sin Suela, Daddy Yankee, Pitbull, Carlos Santana, Orishas

PING PONG Latinos Brasil

Uma música predileta do momento: Mo Bamba
Um ídolo: Chorão
O maior sonho que ainda não realizei é: Cantar no Rock In Rio
Uma série: Sense8
Um filme: Harry Potter
Um livro: Conversando Com Deus e O Segredo
Uma pergunta que nunca te fizeram, mas que você gostaria de responder: Quer namorar comigo? Mas perguntando de verdade, sem zueira hahaha.

Share

Formado em jornalismo, amante de séries e filmes. Ouvinte de música latina e sertaneja. Pacífico e observador.

Comentários