Dilsinho lança “Controle Remoto” nas rádios

Nesta última quarta-feira (13), Dilsinho lançou em todas as rádios do país, a faixa “Controle Remoto”, que faz parte do novo DVD do cantor, intitulado “Terra do Nunca”.

“Toda vez que eu canto a ‘Controle Remoto’ no show fico arrepiado, vejo o público chorando, se identificando com a música. Ela tem uma sensibilidade diferente de todas as faixas que já lancei até hoje. Consigo ver grandes cantores românticos nela como Fabio Junior e Roberto Carlos, muita inspiração da MPB também, que foi onde comecei. É realmente uma das músicas mais bonitas que eu já gravei e eu estou muito feliz de poder trabalhar ela nas rádios e como single e, mais ainda, de ter o público se identificando com ela. Espero que ‘Controle Remoto’ toque seu coração, como tocou o meu”. declarou Dilsinho.

Dilsinho está vindo de um série de conquistas, sua música “Péssimo Negócio” foi a mais executada nas rádios no gênero Samba/Pagode e single de Diamante triplo, o cantor ira se apresentar pela primeira vez no palco do Credicard Hall, em São Paulo.

Ouça “Controle Remoto” e acompanhe a letra!

LETRA

Quem dera se depois de ontem você me atendesse
Quem dera que as coisas que eu disse na raiva você esquecesse
Quem dera a gente não estaria assim
Você na sua casa, longe de mim

Quem dera se a gente tivesse o controle remoto da vida
Quem dera se Deus me emprestasse o poder de voltar no momento da briga
Eu não brigava nunca mais
E a gente viveria em paz

Começamos discutir
Me feriu, eu te feri
A gente foi se ofendendo
Fiquei com o coração doendo

Tô ligando pra avisar
Que eu tô indo te encontrar
Interfona aí pra portaria
Pede então pro Seu Francisco liberar
Pra gente conversar

Agora o temporal passou
A cabeça esfriou
Tô indo aí pra te pedir desculpa, amor
Desculpa

Agora a poeira abaixou
Que se dane quem errou
Tô indo aí pra te pedir desculpa, amor
Me desculpa

Eu já abri meu coração
Agora tá na sua mão
Prefiro ser feliz que ter razão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *